Simbólico, desempenho do Vasco contra o CRB recupera simbiose entre time e torcida rumo ao acesso


Foi uma noite simbólica em São Januário. A torcida apoiou, o time fez gol de bola parada, teve sucesso nos contra-ataques, o jogador antes barrado teve grande atuação e o técnico interino teve o nome cantado. Deu tudo certo. Resultado final: a simbiose entre time e torcida, tão importante para o Vasco até aqui, voltou.

Vasco x CRB
Vasco x CRB

O time do Vasco voltou a sorrir (Foto: Daniel RAMALHO/CRVG)

E voltou para dar o exemplo definitivo: nesta Série B do Campeonato Brasileiro, o melhor Vasco é a mais simples versão do Cruz-Maltino. A tentativa de evolução capitaneada por Maurício Souza não funcionou, ao menos não neste momento. Faltam 17 rodadas e o time tem duas de vantagem sobre o quinto colocado. Quem tem que fazer mais são os outros.

Ao time vascaíno, os jogos que restam em São Januário, pela sintonia reencontrada torcida, prometem ser os que vão embalar o acesso. E se o próximo comandante quiser tornar a equipe mais ofensiva, terá Alex Teixeira para ajudar.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Aparentemente, é melhor que os ajustes a serem feitos daqui para frente sejam a exceção, não regra. Pois se for preciso corrigir tanto a rota, como no caso atual, poderá ser tarde. O Vasco precisa subir.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos