Jornalista esportivo Silvio Lancellotti morre aos 78 anos

Jornalista Silvio Lancellotti faleceu em São Paulo em decorrência de problemas cardíacos. Foto: (Instagram/@silviolancellotti440816)
Jornalista Silvio Lancellotti faleceu em São Paulo em decorrência de problemas cardíacos. Foto: (Instagram/@silviolancellotti440816)

Figurinha carimbada nos comentários das transmissões do Campeonato Italiano no Brasil, ao lado do narrador Silvio Luiz, o jornalista Silvio Lancellotti faleceu, aos 78 anos, nesta terça-feira em São Paulo.

Participante da equipe inaugural da Revista Veja, ainda na década de 1960, quando a censura da ditadura militar imperava contra a imprensa, Lancellotti também foi redator-chefe da Revista IstoÉ, além de colaborar com o Estado de São Paulo e a Folha de São Paulo. No esporte, Silvio Lancellotti fez parte da equipe da ESPN Brasil por dez anos, quando deixou a emissora no ano de 2012.

Leia também:

Com sete edições de Copas do Mundo e outras cinco de Jogos Olímpicos no currículo, Silvio Lancellotti também era conhecido por ser um profissional versátil. No ano de 2003, chegou a ser o comentarista da ESPN no beisebol durante a realização dos Jogos Pan Americanos de Santo Domingo, na República Dominicana.

Autor de mais de 20 livros, de temas variados, desde a culinária, sua grande paixão, passando por romances e, é claro, os esportes, Silvio havia lançado o livro Os Assassinos de Abecedário, divulgado em seus perfis nas redes sociais no mês de julho.

Internado desde a última terça-feira, quando teve uma parada cardíaca em casa, Silvio havia tido alta do Hospital Oswaldo Cruz no último domingo, quando retornou para sua casa. Quando recebeu a notícia de que o seu quadro de saúde era irreversível, a família do jornalista permitiu que a equipe médica responsável por cuidar dele desligasse os aparelhos que o mantinham vivo.