Serena Williams sugere aposentadoria do tênis

Serena Williams venceu na estreia do WTA 1000 de Toronto. Foto: Steve Russell/Toronto Star via Getty Images
Serena Williams venceu na estreia do WTA 1000 de Toronto. Foto: Steve Russell/Toronto Star via Getty Images

Serena Williams deu a entender que a aposentadoria pode estar próxima depois de vencer sua primeira partida de simples em mais de um ano.

A tenista de 40 anos derrotou a número 57 do mundo Nuria Parrizas Diaz por 6-3 e 6-4 na estreia do National Bank Open em Toronto e conquistou sua primeira vitória em simples desde o Aberto da França na primavera passada.

Leia também:

Williams foi muito vaga sobre seus planos futuros depois de voltar a jogar em Wimbledon, mas, questionada no Canadá sobre sua motivação para continuar jogando, ela disse aos repórteres: “Acho que há apenas uma luz no fim do túnel. Não sei, estou me aproximando da luz. Ultimamente tem sido isso para mim. Mal posso esperar para chegar a essa luz”, falou de uma forma enigmática.

Questionada sobre o que a luz representava, ela respondeu: “Liberdade. Eu amo jogar, é incrível. Mas não posso fazer isso para sempre. Então, às vezes você só quer tentar o seu melhor para aproveitar os momentos e fazer o melhor que puder”, desabafou Williams que joga no Canadá visando chegar forte no US Open no final deste mês.

“Senti que competi bem e acho que o que eu precisava fazer era apenas competir. Mentalmente sinto que estou chegando lá. Não estou onde normalmente estou e não estou onde quero estar. Mas acho que qualquer partida que eu jogue, seja ganhando ou perdendo, isso me ajuda a chegar lá”, explicou.

No mesmo torneio, sua irmã Venus Williams, que completou 42 anos em junho, não conseguiu vencer sua primeira partida de simples desde Wimbledon do ano passado, perdendo por 2 sets a 0 com parciais de 6/2 e 6/3 diante da suíça Jil Teichmann.