Sem Vinícius Lopes, veja como Luís Castro pode escalar o Botafogo contra o Cuiabá pelo Brasileirão

Luís Castro segue com problemas para escalar o Botafoogo na sequência da temporada (Foto: Vítor Silva/Botafogo)


Com uma série de desfalques, o técnico Luís Castro terá 'dor de cabeça' para escalar o Botafogo no duelo contra o Cuiabá, no domingo, às 19h, na Arena Pantanal. Entre os inúmeros problemas, o setor ofensivo é o que tem mais jogadores lesionados, em transição ou suspensos.

+ Carlos Eduardo rescinde contrato com o Al-Ahli e encaminha acerto com o Botafogo

Para o duelo contra o Dourado, o comandante português não poderá contar com Vinícius Lopes e Saravia, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. O substituto natural na lateral-direita será Daniel Borges, que tem revezado com o argentino no setor e é o líder de assistências do Alvinegro na temporada.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

No ataque, as opções naturais seriam Diego Gonçalves e Victor Sá, porém ambos seguem lesionados e ficarão de fora da partida. O primeiro entrou no segundo tempo do duelo contra o América-MG, na Arena Independência, mas voltou a sentir a posterior da coxa direita.

O segundo, por sua vez, está fora de combate desde a derrota para o Avaí. Victor Sá teve uma lesão nas costas e desde então não esteve apto a retornar ao time. Outro que também apresentou dores na lombar foi Erison, que também desfalcou a equipe nas últimas duas partidas.

+ Matheus Pereira gosta do Botafogo e vê Luís Castro como diferencial, mas Al-Hilal pede mais de R$ 100 milhões

Com isso, Jeffinho ou Daniel Cruz, que recentemente integraram o time B, podem ter a oportunidade de começar jogando pelo setor. Ambos passaram a ser relacionados a partir do duelo contra o São Paulo e, frequentemente, têm ficado como opções no banco de reservas e entrado no segundo tempo.

Na montagem do time, há também a possibilidade de utilizar o Chay atuando mais pelo lado. Essa opção é a mais difícil de acontecer, já que o camisa 14 não tem rendido o esperado nesta temporada e não tem tido velocidade para fazer o corredor e a recomposição, fora de casa.

+ Botafogo encaminha compra de Erison, artilheiro do clube em 2022

No meio de campo, Luís Castro ganhou uma boa notícia, que foi a boa atuação de Lucas Fernandes contra o Red Bull Bragantino. O meia conseguiu dar mais dinâmica ao setor e foi o jogador mais perigoso do time.

O problema fica por conta de Kayque, que torceu o joelho direito em uma disputa de bola com Artur, do Red Bull Bragantino, com apenas 12 minutos de jogo. Del Piege foi o substituto na partida da última segunda-feira.

+ Bastidores: Botafogo nunca saiu do páreo por Luís Henrique, negociou direto com o OM e superou Flamengo

No treinamento desta quarta-feira, outra boa notícia tomou conta do Espaço Lonier. Lucas Piazon avançou na recuperação e treinou com o restante do elenco. O meio-campista havia deslocado o ombro na confusão com os jogadores do Internacional, na virada épica do Alvinegro, mas ainda não garantiu o retorno para o jogo de domingo.

Quem também participou da atividade foi o lateral-direito Rafael, que rompeu o tendão de Aquiles em janeiro, passou por uma cirurgia, e voltou a treinar com bola. Carlinhos e Gustavo Sauer estão em fase de transição, enquanto Breno sofreu lesão no joelho esquerdo. O Botafogo não informa oficialmente a gravidade das lesões.

+ Ambidestro, destaque na Argentina e desejado na Europa: conheça Martín Ojeda, novo alvo do Botafogo

A tendência é que o comandante português opte pela manutenção do esquema com três zagueiros. Sendo assim, o experiente Joel Carli voltará de suspensão e ocupará a sua vaga entre os titulares no lugar de Philipe Sampaio, que o substituiu contra o Massa Bruta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos