Sem novidades sobre renovação, Igor Gomes vive 'inferno astral' no São Paulo, mas segue como opção de Ceni


Expulso na derrota do São Paulo contra o Atlético-GO, por 3 a 1, Igor Gomes já é desfalque certo para o confronto de volta pelas semifinais da Copa Sul-Americana. Porém, não é de agora que o meia vive um ‘inferno astral’ na equipe.

Galeria
> ATUAÇÕES: Igor Gomes e defesa do São Paulo vão mal e complicam a equipe na Sul-Americana

Tabela
> Veja tabela da Copa Sul-Americana e simule os próximos jogos

Contra o Dragão, já não fazia um bom jogo. Contestado pela torcida e claramente sem confiança, cravou sua expulsão aos 40 minutos do primeiro tempo, após uma falta em cima de Edson, que gerou seu segundo cartão amarelo. Assim, além de deixar a equipe com um a menos em campo, não poderá ser uma opção para o duelo de volta, que acontece no dia 9 de setembro, no estádio do Morumbi.

E aí que um novo nome entra em discussão: Giuliano Galoppo. Quando o São Paulo anunciou a contratação de um meia - que até então é a mais cara de toda a história do clube - os torcedores acreditaram que Igor Gomes perderia um pouco do seu espaço no elenco e dividiria sua titularidade com o ex-Banfield. Mas não foi bem assim.

Igor Gomes está de ‘mal’ com os são-paulinos. No começo de agosto, na derrota por 2 a 0 contra o Flamengo no Morumbi, o atleta deixou os gramados sob vaias da torcida. Desde então, seu desempenho não tem agrado. Porém, isso não fez com que o meia perdesse chances na equipe.

Dos 48 jogos que disputou nesta temporada, não foi titular em somente seis. Mesmo com a oscilação mostrada em campo, continua sendo uma insistência de Rogério Ceni, que detém mais opções no elenco. Logo após este confronto com o Rubro-Negro, o treinador chegou a sair em defesa ao atleta e destacou que ‘não abriria mão’ do jogador.

Eu já saí vaiado do Pacaembu por todo mundo. É parte da vida quando você se expõe publicamente, quando as notícias vão afetando o torcedor, pode acontecer uma vaia. O importante é que eles tenham cabeça boa, não desistam, nós não vamos desistir de ninguém até o fim do ano. São esses jogadores que encerram o ano, se não houver mais vendas - disse.

Quanto a Galoppo, o discurso se tornou outro. Desde quando foi anunciado, o Tricolor disputou doze partidas. Destas, esteve presente em sete, sendo somente duas como titular. Neste caso, Ceni justificou em jogos passados que o atleta ainda não tinha o ritmo.

Ele não se adequou tão bem ao que imaginávamos. Vamos trabalhar para que possa encaixar melhor. É um jogador útil para a gente - disse o técnico há alguns jogos.

A instabilidade de Igor Gomes abre debate para outra discussão, desta vez, referente à uma possível renovação - que ainda não está certa.

Em números, a visão não é tão positiva. De acordo com dados levantados pelo FootStats, no Campeonato Brasileiro é o atleta do São Paulo com o maior número de passes errados (88). Em cruzamentos, conta com mais erros que acertos (36 contra 18).

Mas além dos números, a questão mental também parece estar pesando na conta. Muito pela pressão da torcida - e até mesmo por uma renovação de contrato - Igor Gomes tem adotado uma postura ‘nervosa’ em campo. Além da pressa na tomada de decisões, que leva muitas vezes ao erro, parece bem nervoso em diversos momentos. Isto foi bastante visto contra o Atlético-GO, quando levou os dois cartões que culminaram em sua expulsão.

- Quando você joga sob vaias, é complicado. O lance independe disso, foi um erro dele, já tinha o amarelo e não podia ter dado o carrinho. De resto, pode ser o psicológico, mas o lance crucial não tem a ver. Infelizmente, ele cometeu um erro, igual todos nós já cometemos na carreira. O jogo ficou mais complicado depois disso. O intuito agora é como virar o jogo no Morumbi. Temos condições, e nosso foco hoje é isso - disse Ceni após o caso.

Seu atual vínculo com o Tricolor paulista termina em março do próximo ano. O LANCE! adiantou que o meia recusou a primeira proposta feita pelo Tricolor e quer uma valorização salarial.

Neste contexto, o Botafogo chegou até a demonstrar um certo interesse na cria de Cotia. O clube carioca visava um pré-contrato, mas nada foi desenrolado de fato.

Em meio a esta insegurança em campo, pressão da torcida e incerteza no futuro, agora com sua suspensão, há a chance de Rogério Ceni optar - finalmente - por outras opções para a posição, a fim de tentar uma redenção do meia com os são-paulinos.

Veja os comentários de alguns torcedores sobre Igor Gomes nas redes sociais: