Sem Messi e Cristiano Ronaldo, La Liga ganha novos protagonistas com Lewandowski e Benzema


Após as saídas de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi de Real Madrid e Barcelona, respectivamente, o Campeonato Espanhol parecia que iria sofrer com a ausência de um protagonista. No entanto, Karim Benzema se destacou com a camisa merengue na última temporada, mas sem muitos adversários à altura.

Na próxima campanha, o centroavante francês irá competir pela artilharia da La Liga com Robert Lewandowski, principal contratação do clube catalão durante a janela de transferências. Os dois nomes prometem esquentar e dar espetáculos durante as 38 partidas.

MELHOR SEM CRISTIANO RONALDO
​Contratado pelo Real Madrid no mesmo ano em que Cristiano Ronaldo chegou na capital espanhola, Karim Benzema tinha no companheiro de elenco uma referência. A preferência pela finalização ao gol era, quase sempre, do português.

Por atuar mais como um garçom do que propriamente como um artilheiro, o atacante francês se tornou o jogador com mais assistências na história do clube merengue com 159 passes para o gol de outros parceiros de elenco.

+ Primeiro técnico de Vini Jr no Real Madrid exalta atacante brasileiro

Após a saída de Cristiano Ronaldo, Benzema passou a ter outra função na equipe. Nas últimas quatro temporadas, o camisa nove anotou mais de 20 gols em todas as edições do Campeonato Espanhol.

Real Madrid x Atlético de Madrid - Comemoração Benzema
Real Madrid x Atlético de Madrid - Comemoração Benzema

Benzema é o grande nome do Real Madrid (Foto: JAVIER SORIANO / AFP)

No entanto, após três anos sendo vice-artilheiro da La Liga, sempre atrás de Lionel Messi, o veterano de 32 anos anotou 27 gols na competição, encerrou a temporada 21/22 com o Troféu Pichichi, prêmio entregue ao melhor marcador do Campeonato Espanhol e também como o grande craque da conquista da equipe merengue.

CHEGOU PARA COMPETIR
​Robert Lewandowski reforça o Barcelona em sua primeira aventura longe da Polônia ou da Alemanha. No entanto, o centroavante chega na Catalunha para ser a principal esperança de gols do elenco desde a saída de Lionel Messi.

+ Como o Barcelona conseguiu tantos reforços mesmo em crise financeira?

O novo camisa nove chega com o status de ídolo e principal contratação culé na janela de transferências. Artilheiro de sete das últimas nove edições do Campeonato Alemão, o atleta quer repetir seus feitos na Espanha.

Com 585 gols na carreira, somando clubes e seleção polonesa, Lewandowski tem 159 gols a mais do que Benzema em suas trajetórias. No entanto, a nova peça blaugrana ainda precisa se adaptar a um novo sistema de jogo e um novo país.

MELHORES DO MUNDO
Enquanto Cristiano Ronaldo e Lionel Messi duelaram por anos durante a última década o posto de melhor jogador da temporada, esse confronto está sendo disputado atualmente justamente entre Benzema e Lewandowski.

Por conta da última temporada, que culminou com as conquistas da La Liga e Champions League, o centroavante francês é favorito na disputa do Ballon D'Or e do The Best da Fifa. Somente uma surpresa tiraria os prêmios do atleta merengue.

Robert Lewandowski - Fifa The Best
Robert Lewandowski - Fifa The Best

Lewandowski com o prêmio de melhor jogador do mundo pela Fifa(Foto: Divulgação / Bayern de Munique)

Por outro lado, as duas temporadas anteriores foram de um domínio avassalador de Lewandowski. Embora o Bola de Ouro de 2021 tenha acabado nas mãos de Messi de forma muito contestada, o polonês vem sendo um protagonista no futebol mundial.

EXPECTATVA PARA 22/23
​Karim Benzema atua em um sistema consolidado há muitos anos. Ao lado de Vini Jr, o camisa nove seguirá sendo o grande protagonista do elenco de Carlo Ancelotti, mas tem um grande concorrente para alcançar, pela primeira vez na carreira, a marca de mais de 30 gols na La Liga.

Por outro lado, o Barcelona vem passando por um processo de remodelação nos últimos anos. Com um ataque que nunca atuou junto, o rendimento de Lewandowski, principalmente em seu primeiro ano, talvez não supra as expectativas.

Em seu primeiro ano no Lech Poznan, o artilheiro anotou 14 gols no Campeonato Polonês. Em 2010/2011, quando estreou pelo Dortmund, o atacante anotou apenas oito tentos em 33 jogos da Bundesliga. Com a camisa do Bayern, o centroavante balançou a rede 17 vezes no Campeonato Alemão.

O Barcelona deve ter Lewandowski como a principal referência, Raphinha atuando pelo lado direito e Ansu Fati ou Ferran Torres jogando pela extrema esquerda. As peças são, indiscutivelmente, do mais alto nível do futebol mundial. Mas precisa haver o encaixe.

E com essa disputa entre dois dos melhores atacantes e jogadores do mundo, quem ganha é o Campeonato Espanhol e os torcedores. Em uma temporada que promete ser equilibrada, Real Madrid e Barcelona devem disputar rodada a rodada a liderança da La Liga, enquanto os dois protagonistas irão brigar pelo Troféu Pichichi.