Sem jogar há 1 ano, Nishikori segue lesionado e desiste de convite para Tóquio

Nitto ATP Finals


Principal nome do tênis masculino japonês, Kei Nishikori, ex-top 4 e atual 746º, desistiu do convite que recebeu para a disputa do ATP 500 de Tóquio, no Japão. Sem jogar desde outubro de 2021, Nishikori não está recuperado de lesão.

Em vídeo enviado à organização do ATP de Tóquio, Nishikori explicou aos torcedores japoneses a razão de sua desistência: "Tenho perdido o Rakuten Open há bem tempo", iniciou o tenista local que não disputa a competição desde 2018 - vale recordar que o torneio de Tóquio não é realizado desde a edição 2019 em razão das restrições da pandemia da COVID-19.

"É decepcionante não poder mostrar meu tênis em Tóquio, mas não consegui me recuperar a tempo como havíamos imaginado que seria", lamentou o japonês, que ainda sofre com uma lesão no quadril.

Em 2019, uma lesão antiga no joelho direito tirou o tenista da disputa em casa antes mesmo do início do torneio. Recuperado, Kei disputou os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021 e parou a um jogo de tentar medalha, nas quartas de final diante do sérvio Novak Djokovic.

Seu último jogo no circuito profissional foi em outubro de 2021, numa derrota para o britânico Daniel Evans na segunda rodada do Masters de Indian Wells.

A organização do torneio japonês anunciou que dará o convite destinado a Nishikori para o jovem japonês Yosuke Watanuki, 222º, de 24 anos.

Watanuki fará sua quinta participação no torneio da capital japonesa, mas é a primeira vez que entrará diretamente na chave principal. Seu melhor resultado foi oitavas de final alcançadas em 2018, após durar o quali do torneio.