Sem executivo de futebol, presidente Rueda se aproxima do técnico Lisca

Rueda assumiu o Peixe no início de 2021 (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)


O Santos anunciou nesta quinta-feira (18) a saída do executivo de futebol do clube, Newton Drummond. Depois de um mês e cinco dias do anúncio da contratação, o presidente Andres Rueda decidiu demitir o profissional com um mês de trabalho.

O LANCE! / DIÁRIO DO PEIXE apurou que ambos já não falavam a mesma língua. Diante deste cenário e com objetivo de acompanhar de perto o futebol, o cartola santista mudou para o escritório do CT Rei Pelé. Antes, utilizava sua sala na Vila Belmiro para trabalhar.

E essa mudança serviu para aproximar Rueda do técnico Lisca, que foi indicado pelo antigo executivo. O presidente santista passou a encontrar mais o treinador durante o dia a dia, ouvir sugestões e melhorias. Desde que assumiu a presidência, foi a maior aproximação de Rueda a um técnico.

Ao assumir o clube, Rueda elencou dez grandes problemas a serem resolvidos. Quitou as dívidas com o Hamburgo (Alemanha), Atlético Nacional (Colômbia), Brugge (Bélgica) e Huachipato (Chile). Parcelou as pendências financeiras e está pagando em dia o Krasnodar (Rússia), as dívidas trabalhistas e as tributárias, o empresário Giuliano Bertolucci e a Doyen, além do acordo com o Barcelona.

Com essas questões resolvidas, Rueda decidiu ser mais presente no departamento de futebol e, por essa razão, passou a estar CT Rei Pelé. As negociações para reforços neste segundo semestre foram todas concluídas pelo presidente.

Para esse segundo semestre, o Santos anunciou o atacante Luan como novo reforço da equipe até o final da temporada. O jogador pertence ao Corinthians e o Peixe tem a opção de renovação por mais uma temporada. O lateral Nathan chegou em definitivo, vindo do Boavista.

Com essas negociações, o Peixe não tem pressa para trazer um novo "homem forte" para o futebol do clube e deve fazer isso apenas no ano que vem. Rueda vê a situação no Santos "controlada" e pretende cuidar dessa parte diretamente com o técnico Lisca.

Em entrevista recente, Rueda comentou sobre a contratação do treinador, elogiou a ética de Lisca e afirmou que tentou trazer o treinador em outras oportunidades, mas não conseguiu.

"Treinador é uma das poucas coisas que pode se contratar por currículo. O Lisca faz tempo que eu queria trazer. Na verdade, é a terceira vez que eu tentei. Da primeira, eu fiquei mais fã dele. Ele estava no América-MG, ele disse que adoraria vir para o Santos, mas estava em semifinal e não podia deixar o time na mão. Eu não podia esperar... essa atitude foi muita positiva. Alguém comprometido e profissional. Depois a segunda vez e agora essa terceira", comentou Rueda.

Em contato com o DIÁRIO DO PEIXE, Newton Drummond comentou sobre sua saída e principalmente a justificativa apresentado pelo mandatário do Peixe para demissão.

"Quando o presidente vem com justificativa que ele deu, e deu para o conselho gestor, que tinha perdido a confiança em mim por supostos áudios de pessoas dizendo que meu filho estava envolvido em supostas negociações com o Santos, e um desses áudios ele me mostrou. Chega ser ridículo o que fiz no áudio. Isso é ruim, não vou admitir. Pelo que eu entendi, ele levou para o comitê gestor sobre sua desconfiança em mim por conta desse áudio, e isso atinge ao profissional e a pessoa Newton Drummond e sua família. Isso não vou admitir. É um justificativa esdrúxula. Baixa. Era mais fácil dizer: seu serviço não estava sendo bom, passe bem", afirma o ex-executivo.