Seleção da Ucrânia pode deixar país orgulhoso na repescagem para Copa do Mundo, diz Zinchenko

Jogador Oleksandr Zinchenko, da seleção da Ucrânia

(Reuters) - O jogador Oleksandr Zinchenko, da seleção da Ucrânia, disse que sua equipe espera deixar o país orgulhoso quando enfrentar a Escócia na semifinal da repescagem europeia para a Copa do Mundo, na próxima semana.

A partida no estádio Hampden Park, em Glasgow, será realizada em 1 de junho após ser adiada em março devido à invasão da Ucrânia pela Rússia, que Moscou chama de "operação militar especial".

"No primeiro momento em que começou, era tão complicado estar concentrado no futebol", disse Zinchenko à BBC. "Todos os meus pensamentos estavam com a Ucrânia, com o povo ucraniano."

"Eu diria que para todos, para todos jogador de futebol ucraniano... este jogo é um dos jogos mais importantes da minha vida. Os caras parecem prontos e não é necessário falar de motivação".

Esse será o primeiro jogo oficial da Ucrânia desde que a invasão começou, em fevereiro. A temporada da primeira divisão ucraniana foi abandonada no mês passado.

"A condição física, obviamente sem os jogos, não é fácil se preparar para os caras que não jogam há algum tempo", disse Zinchenko. "Neste caso, não há desculpas e temos que fazer nosso trabalho o melhor que pudermos."

"Posso prometer a todo o povo ucraniano que cada um de nós vai dar tudo para ganhar o jogo e deixá-los orgulhosos de nós, e talvez por apenas alguns segundos gostaríamos de dar a eles este sorriso".

O vencedor da partida enfrentará o País de Gales, em Cardiff, no dia 5 de junho, valendo uma vaga no Mundial do Catar no final deste ano.

(Reportagem de Aadi Nair, em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos