'Se estão se cobrando, melhor', aponta Rogério Ceni sobre discussão de jogadores do São Paulo

Rogério Ceni orienta elenco são-paulino durante a partida deste sábado (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)


Um dos assuntos mais comentados nos vestiários do São Paulo após a derrota por 2 a 0 para o Flamengo, em pleno Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, neste sábado (6), foi a discussão entre os meias Galoppo e Pablo Maia no apito final.


GALERIA
+ Confira as notas dadas pela equipe do L! ao São Paulo na derrota para o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro


O técnico Rogério Ceni disse após a partida que a discussão é benéfica por mostrar um amadurecimento do elenco são-paulino em meio a um resultado ruim, o sexto seguido da equipe na principal competição nacional.

- Eu vi que chegaram no vestiário, falando, cobrando... Eu não vi nada de discussão dentro do campo, só escutei quando cheguei no vestiário. Mas se eles estão se cobrando, melhor. Podia ser pior, todo mundo calado. É melhor brigar um pouco. Isso é importante para o time criar personalidade. É assim que se faz, cada um tem que aprender a amadurecer.

Segundo Ceni, o episódio reforça a diferença de elencos entre São Paulo e o rival carioca.

- Aqui nós não temos jogadores prontos. A gente não contrata o Everton Ribeiro e o Arrascaeta. No final aqui nós colocamos garotos. E assim eles vão amadurecer, jogando contra equipes boas como é o Flamengo. Equipes que têm talento e a gente competindo de igual pra igual. Me desculpe, mas foi um jogo bem parelho. Talvez esse segundo gol dê uma conotação diferente do que foi. São Paulo tentou jogar, fez, teve bons ataques pelos lados, ultrapassagens boas, mas não conseguimos fazer o gol. Foi um jogo bem movimentado e o São Paulo não teve medo, tentou atacar todo o tempo.

TABELA
> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Confira todos os jogos da Copa do Brasil-22
> Confira todos os jogos da Copa Sul-Americana-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!