Santos tem dia quente após goleada, e presidente Rueda vai ao treino no CT Rei Pelé

Rueda explicou a dificuldade para encontrar uniforme do Santos (FOTO: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos)


O dia do Santos após a dura derrota para o Corinthans por 4 a 0, na Neo Química Arena, pelo jogo de ida da Copa do Brasil, foi recheado de polêmicas. Os jogadores do Peixe não ficaram nada satisfeitos com as fortes declarações do técnico Fabián Bustos após a goleada. O presidente Andres Rueda, inclusive, foi ao CT Rei Pelé para buscar explicações sobre o resultado.

+ Yuri Alberto, James Rodríguez… Listamos 20 astros viáveis que seu time poderia tentar

Segundo apuração do LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE, os atletas entendem que broncas e o clima quente no vestiário são normais, ainda mais após uma derrota da forma que foi. Porém, expor os problemas como o treinador fez acaba jogando a torcida contra o elenco e seu próprio trabalho.

- Eu tinha que trocar todos. Estavam todos mal. Salvo o Marcos Leonardo, o Braga um pouco... João Paulo, que não tinha culpa. Tinha que trocar todos. Entre os que vinham somando minutos, tínhamos de pensar que sábado jogamos de novo. Iam entrar o Ângelo e o Bruno, mas não ia sair o Zanocelo. Era para criar mais jogo. Tentamos correr um pouco mais - disse Bustos.

O presidente do Santos, Andres Rueda, compareceu ao CT Rei Pelé neste manhã para conversar com o elenco e tentar entender a derrota. A direção santista não quer que o ambiente no clube fique "insustentável", mas espera uma reação rápida para não viver um cenário parecido com o ano passado.

A apatia dos jogadores no clássico contra o Corinthians chamou a atenção. O executivo de futebol, Edu Dracena, teve uma conversa com o elenco ainda na Neo Química Arena e cobrou uma reação imediata. Nesta quinta, Rueda reforçou o coro e espera mudança de postura na próxima partida.

- A gente já conversou um pouco aqui no vestiário. Claro que se eu chegasse agora e desse o maior esporro, seria chutar cachorro morto. Eu falei algumas coisas que os jogadores tinham de escutar. Todo mundo, comissão técnica. Agora, temos de reagir o mais rápido possível. Os jogadores que aqui estão já mostraram potencial. Sábado temos a oportunidade de novamente enfrentar o mesmo rival dar a volta por cima. Cabe a esses jogadores mudar a nossa postura e o nosso comportamento - disse Edu após o jogo.

+ Camisa de Rodrygo entra em lista de gafes com nomes em uniformes de jogadores; veja

Mas as cobranças não são apenas em cima do elenco e Bustos. Alguns conselheiros do clube fizeram duras críticas contra a gestão de Andres Rueda e o departamento de futebol. Os principais questionamentos estão nas contratações: a grande maioria dos reforços que chegaram nem em campo estiveram, como Ricardo Goulart e Auro.

O Comitê de Gestão procurou explicações para Bustos não ter mexido na equipe no intervalo, com a derrota de 3 a 0. Além disso, o LANCE!/DIÁRIO ouviu dos membros do CG que "sábado o grupo precisa mostrar que tem forças para se reerguer nas adversidades".

No próximo sábado, o Santos enfrenta novamente o Corinthians, dessa vez pelo Campeonato Brasileiro, também na Neo Química Arena, em São Paulo. O Santos é o 8º colocado na competição nacional, com 18 pontos. O time do Parque São Jorge é o vice-líder da competição.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos