Santos quer quitar dívida com jogadores até o fim de setembro

Rueda assumiu o Peixe no início de 2021 (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)


O Santos espera pagar o direito de imagem dos jogadores em atraso até o final do mês de setembro. Os valores do mês de julho deveriam ter sido pagos em agosto, mas não aconteceu. Já o de setembro, há um combinado com os atletas para serem pagos no final do mês.

No comando do Peixe desde janeiro de 2020, essa foi a primeira vez que a atual gestão, liderada pelo presidente Andres Rueda, atrasa o pagamento. Apesar dos direitos de imagem estarem vencidos, os salários dos atletas estão em dia.

Em entrevista em maio deste ano, o presidente do Santos comemorou a melhora no setor financeiro do clube e chegou a comemorar contas em dia, inclusive direitos de imagem e salários dos atletas.

"Vocês devem ter acompanhado a situação quando iniciamos a gestão e a situação do clube era preocupante. Dívida alta e não controlada, são coisas distintas. Dívida alta e não controlada vira um caos. Pegamos o clube com transfer ban, contas bloqueadas e tudo mais. Dentro de nosso planejamento, rapidamente fizemos acordo com credores, conseguimos o primeiro ano abater 80 milhões em descontos. Pagamos 120 milhões em 2021. Todos acordos que fizemos, colocamos data até o fim da nossa gestão e não correr risco de não ser próximo. Se a gente conseguir chegar até o final do ano, tudo começa mudar. 2022 está sendo sofrido, todos esses acordos. E uma coisa importante com nosso plantel. Estamos rigorosamente em dia com salários e direito de imagem", disse Rueda ao programa G4 do BandSports naquela época.

A informação inicial dos valores em atraso foi divulgada pelo jornalista Fábio Sormani e confirmada pelo LANCE!.