Santos lançará uniforme com refugiados africanos

Estreia do terceiro uniforme do Santos será na próxima terça-feira contra o Athletico. Foto: (Divulgação/Santos FC)
Estreia do terceiro uniforme do Santos será na próxima terça-feira contra o Athletico. Foto: (Divulgação/Santos FC)

O terceiro uniforme do Santos, que faz parte da coleção Nations, da Umbro, homenageando seleções que disputarão a Copa do Mundo do Catar, que será realizada entre os dias 20 de novembro e 18 de dezembro deste ano, será estreado pelo clube da Vila Belmiro na partida da próxima terça-feira contra o Athletico Paranaense em partida válida pela 28ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

A peça de número 3, na cor preta com detalhes claros, faz menção ao histórico amistoso realizado no ano de 1969 pelo Santos de Pelé, que viajou para a Nigéria, que estava em uma guerra civil, para uma partida contra um selecionado do país. Em meio a divergências históricas sobre o tema, o jogo é conhecido como "o jogo que Pelé parou uma guerra".

Leia também:

O evento de estreia, porém, não será apenas o uso do material em campo, mas embaixadores de países da África no Brasil serão recebidos na Vila Belmiro, bem como 100 pessoas de origem africana que estão no país como refugiados, sendo atendidos pela ONG Pacto Pelo Direito de Migrar. Destas 100 pessoas, 11 são crianças que entrarão em campo com os jogadores do Peixe.

Antes do início da partida, um manifesto do clube em homenagem à África será lido por Pathy Dejesus e Bivolt, atriz e cantora, respectivamente, torcedoras do clube praiano. Leia o manifesto: "Quando o Peixe chegou à África e correu pelo continente, não foi uma visita a turismo. Foi uma volta às origens. O DNA mais poderoso do futebol encontrou os genes da nossa história, levando o branco e o preto ao berço da humanidade e para a eternidade. Essa camisa é sobre quem somos e sobre quem podemos ser. Sobre o nosso passado e o nosso futuro. É sobre você, sua vida, seu time. É sobre o Santos do Mundo.".