Santos joga mal, mas segura empate com o Cuiabá na Arena Pantanal

Santos empatou em 0 a 0 com o Cuiabá na Arena Pantanal (Foto: AssCom Dourado)


O Santos foi a Arena Pantanal neste domingo(28) para encarar o Cuiabá, pelo Campeonato Brasileiro, jogou mal, mas voltou da região Centro-Oeste do Brasil com um ponto na bagagem, ao empatar com os donos da casa por 0 a 0.

Sem contar com Marcos Leonardo, suspenso, o Peixe mostrou pouca força ofensiva, e quase não levou perigo ao gol defendido pelo ex-corintiano Walter, especialmente nos primeiros 45 minutos iniciais.

O principal destaque do time, como de costume, foi o goleiro João Paulo, que fez um de seus já conhecidos milagres e assegurou o empate.

O Santos volta campo apenas na segunda-feira (5/9) para encarar o Goiás, em casa, às 20 horas (de Brasília). Rodrigo Fernández e Marcos Leonardo, que não enfrentaram o Cuiabá por conta do terceiro cartão amarelo, estarão livres para voltar ao time titular.

O jogo

O jogo na Arena Pantanal foi o que pode se chamar de “morno”. O Cuiabá, ameaçado pelo rebaixamento, procurou mais o ataque, e chegou a ameaçar o goleiro João Paulo em algumas oportunidades, mas parou no excelente goleiro santista.

O Peixe, por sua vez, mostrou pouca inspiração no meio-campo, e praticamente nenhum perigo no campo de ataque, além de uma falta de sincronia inexplicável após mais uma semana livre de treinos.

No fim, o time volta para a Baixada com um ponto na bagagem, mas mais longe do G-6, principal objetivo se quiser continuar sonhando com a Libertadores da América em 2023.

FICHA TÉCNICA
CUIABÁ 0 X 0 SANTOS


Data e hora: 28 de agosto de 2022, às 18h00 (horário de Brasília)
Local: Arena Pantanal – Cuiabá
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Michael Stanislau (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)

CUIABÁ: Walter; João Lucas (Camilo), Paulão, Marllon e Igor Cariús (Sidcley); Joaquim, Marcão, Alesson e Pepê; André Luis (Felipe Marques) e Deyverson (Rodriguinho). Técnico: António Oliveira

SANTOS: João Paulo; Madson, Maicon, Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan; Camacho, Vinícius Zanocelo e Carabajal (Lucas Barbosa); Lucas Braga, Soteldo (Ângelo) e Angulo (Rwan Seco). Técnico: Lisca