Sandry perde espaço e completa um mês longe dos jogos do Santos

Sandry não entra em campo pelo Santos desde o dia 14 de agosto (Foto: Ivan Storti / Santos)


Tratado como uma das grandes promessas das categorias de base do Santos, o volante Sandry perdeu espaço no clube. Após uma sequência de jogos fora por lesão, o camisa 6 entrou em apenas dois jogos e ficou de fora até dos relacionados em algumas partidas.

Sandry atuou contra o Fluminense pelo Brasileirão depois de ficar afastado por cinco jogos devido a uma lesão muscular na coxa. Na oportunidade, porém, cometeu um pênalti. Após isso, começou a ficar sem espaço. Ele entrou contra o América-MG, no dia 14 de agosto, jogou 32 minutos e depois 'sumiu'.

- Sandry entrou um pouco afobado. Coloquei para ter um pouco mais de força de marcação e de salto no espaço. Ele me dá consistência, articulação, mas não agride constantemente a última linha. Sandry foi muito bem nos três treinos que ele fez, mas com excesso de vontade ele acabou se precipitando naquele lance. (…) Todo mundo perde junto, todo mundo ganha junto e quando erra nós vamos insistir, dar de novo a bola para ele. Assim que o jogador pega confiança - disse Lisca após o duelo contra o Flu, no dia 1 de agosto.

Com o ex-técnico santista, o volante ficou no banco de reservas contra São Paulo, Goiás e Ceará. No duelo contra o Cuiabá, não foi relacionado. Já com o técnico Orlando Ribeiro, no clássico contra o Palmeiras, neste domingo, o jogador também ficou de fora dos atletas que foram para a partida.

Em junho, ainda com o técnico Fabián Bustos, Sandry viveu polêmicas. O atleta não iniciou a partida entre os titulares na vitória sobre o Juventude por 2 a 1, no Alfredo Jaconi. De acordo com comunicado do clube, o jogador apresentou desgaste físico após a partida contra o Atlético-MG.

+ LANCE! transmite ao vivo e de graça jogos da Bundesliga. Confira todas as informações sobre o torneio e transmissão


O jogador, no entanto, contestou a versão do clube, Nas redes sociais, Sandry negou desgaste físico e afirmou estar 100% no Santos. A atitude causou um mal-estar internamente e, apesar de abafar o caso, o ex-técnico argentino não gostou da atitude.

- Estou 100% e estarei 100%. Sempre pronto pra servir o Santos. Feliz pelos atletas que estiveram em campo hoje e trouxeram os três pontos. Respeito máximo pelos amigos de dia a dia e com as opções do treinador para cada jogo. Seguimos. Mais três pontos - publicou o volante no Twitter.

Natural de Itabuna, interior baiano, Sandry tem 69 jogos no elenco profissional, sendo 29 em 2022. O jogador assinou no ano passado a renovação de contrato até 31 de maio de 2026.