Sainz vence em Silverstone e garante primeira vitória na F1

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Alan Baldwin

SILVERSTONE, Inglaterra (Reuters) - Carlos Sainz, da Ferrari, conquistou sua primeira vitória na Fórmula 1 neste domingo em um emocionante Grande Prêmio da Inglaterra que foi interrompido por um acidente na primeira volta e contou com mais caos após uma invasão de pista por parte de manifestantes.

O mexicano Sergio Perez, da Red Bull, foi o segundo colocado, 3,779 segundos atrás do espanhol, com o heptacampeão mundial Lewis Hamilton em terceiro pela Mercedes e fazendo a volta mais rápida da prova, que lhe rendeu um ponto extra em seu país-natal.

"Sim! Nós conseguimos! Vamos!", exclamou Sainz pelo rádio, encantado após uma vitória que parecia improvável em certo momento, apesar de ele ter largado na pole position pela primeira vez em 150 provas disputadas.

"Não sei o que dizer, é incrível. Primeira vitória, 150 corridas depois, com a Ferrari em Silverstone. Não posso pedir mais. É um dia muito especial, um dia que nunca esquecerei, um fim de semana muito especial em geral", completou.

As últimas nove voltas foram frenéticas e cheias de ultrapassagens, até que o safety car entrou e Perez, Charles Leclerc, da Ferrari e Hamilton brigaram pelo segundo lugar.

A certa altura, Hamilton, oito vezes vencedor do GP da Inglaterra, ultrapassou os dois rivais em um movimento e depois passou de segundo para quarto e de volta para terceiro.

O líder do campeonato, Max Verstappen, terminou em sétimo com a Red Bull danificada, e sua vantagem sobre Perez caiu de 46 para 34 pontos após 10 corridas disputadas, de 22 ao todo.

A corrida teve bandeira vermelho e foi suspensa por uma hora depois que o piloto chinês Guanyu Zhou, da Alfa Romeo, ficou preso entre a cerca e a barreira de pneus na primeira volta. Mais tarde foi liberado pelos médicos.

A FIA disse que as equipes de emergência chegaram rapidamente ao local para retirar Zhou, cujo carro derrapou de cabeça para baixo em alta velocidade antes de saltar sobre o cascalho e capotar sobre a parede de pneus que absorvia o impacto.

O piloto novato permaneceu consciente e foi levado ao centro médico para avaliação adicional junto de Alexander Albon, da Williams, que mais tarde foi transferido para o hospital em Coventry de helicóptero para exames de precaução.

George Russell, da Mercedes, também esteve envolvido no incidente e abandonou a prova, com o acidente encerrando a sequência do britânico como o único piloto a terminar todas as corridas nos cinco primeiros lugares na temporada.

Enquanto as bandeiras vermelhas ainda eram agitadas, um grupo de manifestantes entrou na pista e acabou sento retirado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos