Sadio Mané é eleito melhor jogador africano do ano pela segunda vez

O atacante senegalês Sadio Mané, novo reforço do Bayern de Munique, foi eleito o melhor jogador africano de 2022 na cerimônia de entrega dos prêmios da Confederação Africana de Futebol (CAF), nesta quinta-feira em Rabat, no Marrocos.

Sané, de 30 anos, já havia conquistado esse prêmio em 2019, quando jogava pelo Liverpool. O prêmio não foi atribuído em 2020 e 2021 devido à pandemia de covid-19.

A sua contribuição para o título do Senegal na Copa das Nações Africanas (CAN) em fevereiro deste ano foi assim recompensada. Ele foi o autor do pênalti decisivo na final contra o Egito.

Recém-transferido do Liverpool para o Bayern, Mané marcou presença na cerimônia, um dia após o amistoso vencido por 6 a 2 por sua nova equipe em Washington contra o DC United, no qual marcou um gol de pênalti.

"É uma honra e estou feliz por ganhar este prêmio novamente", comemorou Mané.

"Graças aos meus treinadores, aos meus companheiros de clube e da seleção e amigos que me apoiaram nos momentos difíceis", disse ele.

Na luta pelo prêmio, Sané venceu seu ex-companheiro do Liverpool, o egípcio Mohamed Salah, e o goleiro senegalês Edouard Mendy (Chelsea).

Sadio Mané começou sua carreira profissional no francês Metz, antes de jogar no RB Salzburg, Southampton, Liverpool e Bayern de Munique.

O técnico do Senegal, Aliou Cissé, ficom com o prêmio de melhor treinador.

A nigeriana Asisat Oshoala, do Barcelona, ganhou pela quinta vez o prêmio de melhor jogadora africana do ano.

dl/bpa/dr/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos