Súmula do jogo Atlético-MG x Fluminense fala sobre uso de sinalizadores na torcida do Galo

Galo terminou a temporada com  média superior a 25 mil torcedores por jogo - Pedro Souza/Atletico-MG)


O árbitro da partida entre Atlético-MG e Fluminense, vencida pelo Galo, no sábado, 1º de outubro, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, , no Mineirão, Luiz Flávio de Oliveira, relatou na súmula que torcedores do Galo acenderam sinalizadores nas arquibancadas do estádio, o que é proibido em jogos de futebol no Brasil. Luiz indicou que as pessoas que usaram os sinalizadores

Torcedores do setor laranja inferior do Mineirão acenderam os sinalizadores. O fato aconteceu pelo segundo jogo seguido do time mineiro. Contra o Palmeiras, aconteceu o mesmo, inclusive com o atacante Hulk pedindo para os atleticanos apagar os sinalizadores.

Quando as chamas foram acesas, seguranças do Mineirão foram até os pontos em que os torcedores estavam usando os sinalizadores e pediram para apagarem.

Se a súmula do jogo for levada adiante, o clube mandante pode ser denunciado ao STJD por conta do ocorrido com base no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) que diz: "Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir''.