'Só para o meu Fluminense': Parreira não esconde torcida nas semifinais em sorteio da Copa do Brasil

Parreira brincou ao falar dos semifinalistas da competição (Foto: Reprodução/CBF)


Tetracampeão com a Seleção Brasileira, Parreira participou do sorteio da Copa do Brasil e fez questão de escancarar o clubismo e falar da preferência que tem pelo Fluminense na reta final da competição.

- Não estou torcendo para ninguém, só para o meu Fluminense - disse ele, arrancando risada da apresentadora.

A declaração rapidamente repercutiu nas redes sociais, principalmente entre os tricolores do Rio. ​

Formado em Educação Física, o ex-treinador chegou às Laranjeiras em 1970 como preparador físico. Esteve na campanha da conquista da Taça de Prata e nos anos seguintes acabou sendo auxiliar de grandes nomes como Zagallo, Travaglini, Duque e Paulo Amaral. Em 1975, acabou efetivado após a saída de Paulo Emílio e já levou a equipe ao título do Estadual.

Considerado por muitos o maior treinador da história do clube, ele foi campeão brasileiro em 1984, carioca em 1975 e um dos responsáveis pelo resgate na Série C em 1999. São 148 jogos, 67 vitórias, 33 empates e 48 derrotas (53% de aproveitamento).

Em maio, Parreira esteve na redação do LANCE! e falou da relação de amor e carinho com o clube.

- Minha carreira de técnico eu devo ao Fluminense. Foi ali que comecei como treinador. Fomos campeões brasileiros em 1984, o primeiro título nacional do clube em termos de competição. Comecei minha carreira praticamente ali, como preparador físico antes. Minha carreira está ligada ao Fluminense. "Sou tricolor de coração..." - cantou o ex-treinador.