Série B: Londrina, na bola parada, vence Sampaio Corrêa e sobe na tabela

Confronto aconteceu no interior do PR (Ronald Felipe/Divulgação/Sampaio Corrêa)


Contando com a força do mando de campo, o Londrina venceu por 1 a 0 o Sampaio Corrêa nesta terça-feira (19), no Estádio do Café, em partida válida pela última rodada do primeiro turno na Série B. O marcador, aliás, fez com que o time dirigido por Adilson Batista subisse para a sétima posição, com 26 unidades, enquanto o clube do Maranhão está logo atrás, em oitavo, tendo 25 pontos.

>Como foi o lance a lance de Londrina x Sampaio Corrêa

PROBLEMAS COM BOLA ROLANDO...

Enquanto nos primeiros minutos o Sampaio demonstrou uma postura de agressividade nas linhas de marcação onde "sufocou" a saída de bola londrinense e reteve a posse no campo de ataque, logo depois dos dez primeiros minutos o Tubarão conseguiu equilibrar as ações e também aparecer cada vez mais nas proximidades da meta maranhense.

Porém, tanto de um lado como do outro, havia grande dificuldade para que a troca de passes e movimentação dos dois sistemas ofensivos conseguisse se livrar da marcação e levar real perigo aos arqueiros. Ao ponto de, em boa parte da etapa inicial, apenas um lance tinha realmente chamado a atenção com Caprini chegando pelo lado direito e cruzando rasteiro onde o chute de Gabriel Santos foi defendido de maneira incrível por Gabriel Batista.

...MAS NÃO NA BOLA PARADA

Se nos lances mais trabalhados o Londrina cresceu em volume de posse de bola, mas não conseguia ser contundente, a equipe da casa se valeu de uma cobrança de falta lateral determinante para inaugurar a contagem no Café. Depois da batida por parte de Caprini na lateral direita da grande área, a bola na primeira trave passou por todo mundo até balançar as redes do Sampaio Corrêa.

SAMPAIO NA PRESSÃO

O ímpeto do time de São Luis apareceu novamente na volta do intervalo onde a diferença essencial foi a concentração de jogadas no estilo mais veloz com Nadson (vindo do banco de reservas) tentando usar o lado de campo, em especial o setor direito ofensivo. Foi dessa forma que o goleiro Matheus Nogueira foi se vendo obrigado a trabalhar bastante e, consequentemente, tornando-se peça chave para a manutenção do triunfo londrinense.

Por outro lado, nos poucos momentos em que o time anfitrião conseguia ter a posse, o bom posicionamento da marcação adversária e a "dobra" constante de marcação fazia o Tubarão se concentrar mais em resistir na defesa.

FINAL 'REPETIDO'

Da mesma maneira que ocorreu no primeiro tempo, o sistema de pressão executado pelo Sampaio Corrêa começou a não funcionar na metade da etapa complementar diante das movimentações executadas por Adilson Batista, especialmente com o fortalecimento do meio-campo na entrada de Mandaca em vaga antes ocupada por Douglas Coutinho.

Com isso, aos poucos os espaços no ataque do Tubarão foram aparecendo e a equipe teve duas oportunidades claras com Caprini, Gustavo Vilar e até mesmo em penalidade sofrida por Matheus Lucas de sacramentar o triunfo. Porém, mesmo sem aproveitar nenhuma delas, o Londrina sustentou o triunfo até o apito derradeiro de Rodrigo José Pereira de Lima.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA
LONDRINA 1 x 0 SAMPAIO CORRÊA

Local:
Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data e hora: 19/07/2022 - 19h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo José Pereira de Lima (PE)
Assistentes:​ Humberto Martins Dias Silva e Francisco Chaves Bezerra Junior (PE)
VAR: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Cartões amarelos: Jhonny Lucas, Saimon (LON); Pará (SAM)
Cartões vermelhos:

GOLS: Caprini (33'/1°T) (1-0)

LONDRINA (Técnico: Adilson Batista)

Matheus Nogueira; Samuel Santos (Denilson, no intervalo), Gustavo Vilar, Saimon e Alan Ruschel; João Paulo, Jhonny Lucas, Gegê (Eltinho, aos 35'/2°T) e Caprini (Mirandinha, aos 35'/2°T); Douglas Coutinho (Mandaca, aos 20'/2°T) e Gabriel Santos (Matheus Lucas, aos 13'/2°T).

SAMPAIO CORRÊA (Técnico: Léo Condé)

Gabriel Batista; Pedro Carrerete (Nadson, no intervalo), Gabriel Furtado, Joécio e Pará (Lucas Hipólito, aos 24'/2°T); André Luiz, Ferreira, Lucas Araújo e Renatinho (Andrei, aos 36'/2°T); Gabriel Poveda e Ygor Catatau (Rafael Costa, aos 27'/2°T).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos