São Paulo volta aos trabalhos após derrota com jogadores que não viajaram para o Rio de Janeiro

Arboleda durante treino do Tricolor na manhã desta quinta, no CT da Barra Funda (Foto: Divulgação)


Os jogadores do São Paulo que não foram relacionados para a derrota por 1 a 0 para o Flamengo, na quarta-feira (14), no Maracanã, resultado que eliminou o clube na semifinal da Copa do Brasil, se reapresentaram na manhã desta quinta-feira (15) para a realização de atividades no CT da Barra Funda.


GALERIA
+ Confira as notas dadas aos jogadores do São Paulo na atuação na derrota no Maracanã pela semifinal da Copa do Brasil


O treino começou com ativações físicas no gramado. Na sequência, foram feitos trabalhos de trocas de passes, enfrentamentos de ataque contra defesa e finalizações.

Antes do encerramento, os jogadores foram divididos em dois times para trabalho técnico em campo reduzido.

Participaram do treinos como Bustos, Ferraresi e Felipe Alves, não inscritos no principal mata-mata nacional, além de Arboleda, Luan e André Anderson, que se recuperam de contusão.

Os jogadores que participaram da partida no Maracanã ganharam folga do técnico Rogério Ceni e só voltam aos trabalhos na sexta-feira (16).

- Eu pretendo dar 24 horas de descanso para eles. Depois de amanhã, preparar o jogo para o Ceará. Os que jogaram hoje fazem um treinamento mais leve na sexta. Aí no sábado a gente define o time para o jogo com o Ceará. Hoje nós viemos com todos os atletas que tínhamos a disposição, 20 jogadores de linha. Tem mais três que ficaram fora pela inscrição. Teremos que fazer um time muito competitivo. Lá é difícil de jogar e agora a gente enfrenta times que descansam a semana inteira. Isso traz uma diferença nessa parte. A opção do final de semana de ter jogado com um time novo foi para igualar, ao menos, a parte física - disse Ceni.

- Precisamos aproveitar o máximo que temos, a parte física, técnica, enquanto o Del Valle tem um jogo só agora dia 17, se não me engano, nós temos dois jogos ainda vindo puxado do dia de hoje, mas não podemos largar. Chegou um ponto que não podemos deixar de lado o Brasileiro. Vamos tentar jogar com a maior força possível, tanto contra o Ceará quanto contra o Avaí. Vamos tentar adiantar esse jogo, ter um espaçamento maior da final, que se pressupõe que pode ter prorrogação. São Paulo é o time que mais jogou no Brasil esse ano - completou Ceni.

O próximo compromisso do Tricolor será ante o Ceará, às 16h (de Brasília) de domingo (18), fora de casa, pelo Brasileirão.

Além da Sul-Americana, prioridade absoluta do ano pelas circunstâncias, o Brasileirão é um esqueleto que nunca deixou o armário tricolor. Não é para menos. A equipe está na 13ª colocação com 31 pontos, cinco de distância para a zona de rebaixamento.

TABELA
> Confira classificação, jogos e simule resultados do Brasileirão-22
> Confira todos os jogos da Copa Sul-Americana-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!