São Paulo retorna a cenário marcante da Sul-Americana a fim de evitar marcas negativas

São Paulo eliminou o Ceará em uma disputa de pênaltis na Arena Castelão (Foto: AFP)


O São Paulo volta a encontrar o Ceará neste fim de semana. O duelo acontece no domingo (18), pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Recentemente, as equipes se enfrentaram em um dos jogos mais importantes do ano para o Tricolor paulista. Agora, o elenco de Rogério Ceni volta para a Arena Castelão com outros objetivos em mente.

Galeria
> Quem do Reffis pode jogar a final da Copa Sul-Americana? Veja situação dos lesionados do São Paulo

Tabela
> Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os próximos jogos

Há pouco mais de um mês, o Vozão e o Tricolor decidiram o futuro da Copa Sul-Americana na Arena Castelão. Em uma disputa de pênaltis cercada de emoção, o São Paulo eliminou a equipe do Nordeste e se classificou para a semifinal do mata-mata. Agora, por também ter batido o Atlético-GO, se prepara para a grande final, contra o Independiente Del Valle.

O jogo deste domingo (18) será o quarto entre os times na temporada 2022. Além dos dois válidos pelo continental, se encontraram no Morumbi no primeiro turno do Brasileirão. A partida terminou em 2 a 2, com gols de Calleri, Nestor, Mendoza e Cléber.

Agora, Rogério Ceni foca em alguns objetivos diferenciados. O confronto será um embate direto de duas equipes que vivem uma situação quase que semelhante na competição. Tanto o São Paulo como o Ceará somam 31 pontos - porém, o Tricolor se encontra na 13ª colocação e o Vozão uma abaixo. Assim, a busca de ambos é se livrar da possibilidade de se aproximar mais ainda da zona de rebaixamento. Isso porque contam com somente cinco pontos a mais que o Cuiabá, localizado no 17º lugar.

O clube do Morumbi também procura evitar uma marca negativa para a temporada. Caso seja derrotado, chega perto da maior sequência sem vencer na competição neste ano. Até o momento, são quatro partidas seguidas no Brasileirão sem vitórias - sendo o resultado positivo mais recente contra o Red Bull Bragantino, onde venceu por 3 a 0. A maior sequência sem ganhar os três pontos aconteceu entre a 16ª e 21ª rodada.

Reverter o retrospecto negativo como visitante é outra meta. No Brasileiro, dos 13 confrontos que disputou fora de casa, venceu somente um. Foram oito empates e quatro derrotas. Na temporada como um todo, não foi mandante em 31 duelos, com oito vitórias, doze empates e onze derrotas.

Rogério Ceni, durante sua última coletiva de imprensa, destacou a importância de não desperdiçar mais pontos no Campeonato Brasileiro, mesmo com a proximidade da final na Copa Sul-Americana.

- Acho que a maior preocupação é recuperar jogadores e analisar o time para o Castelão. Lá é quente, tem pressão, e o Ceará tem uma torcida forte, assim como a do Fortaleza. São torcidas que comparecem. Vamos ter que enfrentar Ceará e Avaí com força máxima, dentro das condições ideais de cada um, e arriscar um pouco. Vamos ter que correr riscos. Não vai dar para fazer uma preparação mais calma e tranquila, estudando o Del Valle. Vamos ter que usar o último espaçamento entre Avaí e Del Valle para tentar montar um time com as características. Quero olhar agora um pouco mais o Del Valle, porque nós não tivemos tempo. Nós nos classificamos na quinta, no domingo tivemos o Corinthians e na quarta pegamos o Flamengo. É pesado que ficar estudando os outros, sendo que você tem dois jogos tão difíceis. Mas nós precisamos usar tudo o que temos para não correr riscos no Brasileirão - disse o treinador sobre evitar riscos.

O jogo deste domingo (18) acontece às 16h, na Arena Castelão.