São Paulo já admite ir 'para o tudo ou nada' em busca de renovações de Luizão e Igor Gomes


Se o São Paulo veio mantendo a austeridade para definir a prorrogação dos contratos até agora, visando acertar as renovações com o zagueiro Luizão e o meia Igor Gomes, a diretoria já admite internamente que vai ter de colocar a mão no bolso para garantir a permanência da dupla no elenco em 2023.

+ Confira como estão as negociações para renovações de contratos do elenco do São Paulo para a próxima temporada

'Tudo ou nada': esse é o espírito com o qual a cúpula do futebol tricolor deverá encarar a partir dessa semana as negociações com os estafes da dupla. Os vínculos deles se encerram em janeiro (Luizão) e março (Igor Gomes).

O LANCE! apurou junto a fontes do clube que a estratégia será a de elevar a pedida ofertada até o momento com os jogadores. Não está descartado que as ofertas sejam superiores às pedidas salariais iniciais feitas pela dupla.

O objetivo prioritário é o de garantir logo a renovação de Luizão. O São Paulo recusou duas propostas feitas pelo Fulham interessado em contar antecipadamente com a cria de Cotia de 20 anos.

Outros dois times da Premier League sondaram o Tricolor pelo jogador, mas os brasileiros decidiram sequer abrir negociações. A preocupação pelos lados do Morumbi é com os portugueses Porto e Benfica, que fizeram proposta de contrato oficial por Luizão. O zagueiro já pode assinar um pré-acordo com qualquer interessado.

Entre idas e vindas, que envolvem até a decisão interna de vendê-lo pela oferta que aparecer, Igor Gomes viu uma total falta de europeus interessados em tirá-lo do Morumbi nessa janela de transferências. O que fez seu estafe a se sentar de novo com o Tricolor na mesa de negociações pela renovação.

- A renovação tem que caber na nossa condição orçamentária. O Igor Gomes tem uma proposta de renovação. Ele cumpre taticamente todas as determinações da comissão. Vamos até o limite da nossa condição. Queremos a renovação, sinto que o atleta também - disse o mandatário Julio Casares ao 'ge'.

Depois de acertar as permanências de Gabriel Neves, Igor Vinícius, Calleri e Thiago Couto, o São Paulo foca, além da dupla, nas renovações de Miranda e Reinaldo. O primeiro só quer discutir o assunto no fim da temporada. O segundo já acertou as bases, conforme o L! revelou, mas só vai assinar após o clube quitar algumas pendências financeiras que ainda tem com ele.