São Paulo encara 'semana decisiva' que pode definir o rumo da temporada


Este semana pode terminar de duas formas diferentes para o São Paulo. Ao mesmo tempo que a equipe de Rogério Ceni tem chances de ‘chegar ao céu’, pode ‘ir ao inferno’. Isso porque nesta quinta-feira (8) decide seu futuro na Copa Sul-Americana. Apenas três dias depois, no domingo (11), encontra o Corinthians em clássico válido pelo Campeonato Brasileiro - onde não vive um bom momento.


Galeria
> Lembre nove vezes que o São Paulo faturou alto com mecanismo de solidariedade da Fifa

Tabela
> Veja tabela do Campeonato Brasileiro

Em uma sequência de grandes emoções, o foco prioritário do Tricolor atualmente é recuperar a desvantagem no torneio continental e cravar sua vaga na final. No duelo de ida, que aconteceu no Serra Dourada, foi derrotado por 3 a 1. Agora, com mais de 46 mil ingressos vendidos até o momento, busca reverter o resultado em casa. A Copa Sul-Americana carrega diversos pesos nesta temporada.

Além do fato do clube do Morumbi não vencer nenhum título de maior significância desde 2012 - com exceção do Campeonato Paulista de 2021 - chegar à final seria essencial para reerguer a moral do elenco de Rogério Ceni, que não vive bons momentos.

No Campeonato Brasileiro, a campanha do Dragão é inferior. Além de Eduardo Baptista ter assumido o posto de treinador há cerca de pouco mais de uma semana, o clube é vice-lanterna na tabela. Com expectativa de casa cheia, o Tricolor ainda conta com o fator torcida, que tem sido tão essencial nos últimos confrontos.

Uma eventual eliminação obviamente não seria bem vista aos olhos dos torcedores, que já estão bastante descontentes com o time. Mesmo que o discurso de ‘prioridades’ tenha sido rebatido por Rogério Ceni e seus jogadores em diversas ocasiões, a campanha da equipe nesta temporada mostrou outro olhar.

No empate com o Cuiabá, no último domingo (4), vários nomes foram poupados já pensando na decisão de quinta-feira (8), mesmo que o time não esteja com um bom rendimento no Campeonato Brasileiro. Entre eles, o artilheiro Calleri.

Ao comparar as duas copas que o São Paulo está vivo - no caso, Copa do Brasil e Sul-Americana - a competição continental aparece como um sonho mais próximo. Além da decisão ser resolvida em casa, o adversário - mesmo que em vantagem no placar - também não vive uma situação tranquila na temporada. Na Copa do Brasil, o desafio será maior. O clube do Morumbi também terá que reverter uma derrota por 3 a 1 no jogo de ida, porém contra o Flamengo no Maracanã.

Já no Brasileirão, mesmo que seja poucos dias depois de uma decisão importantíssima, se trata de uma partida que não pode ‘ser deixada de lado’. Além de ser um clássico que carrega um forte peso histórico, o Majestoso pode ser a peça-chave para que a equipe de Ceni consiga se recuperar no torneio.

Porém, o desafio não é fácil. O São Paulo até tem um retrospecto razoável contra o Corinthians como mandante. São 35 encontros, com 10 vitórias, 18 empates e 7 derrotas. Além disso, foram 38 gols marcados e 28 sofridos. Mas o que entra em questão é o momento distinto que ambas as equipes vivem.

No Brasileiro, o Timão está entre os primeiros colocados na tabela, com 43 pontos. Ao todo, foram doze vitórias, sete empates e seis derrotas. Por outro lado, o Tricolor paulista beira equipes localizadas na zona de rebaixamento. Com 30 pontos - apenas cinco acima do Coritiba, que habita o Z4 - conta com seis vitórias, doze empates e sete derrotas.

Se em um certo cenário o São Paulo for eliminado na Copa Sul-Americana e perca o clássico contra um dos seus maiores rivais em casa, a pressão em cima do trabalho da comissão técnica e dos jogadores aumenta. Isso porque além de complicar a equipe no maior torneio nacional, só restará a Copa do Brasil como uma tentativa de ‘salvar a temporada’.

O duelo com o Atlético-GO desta quinta-feira (8) acontece às 21h30, no estádio do Morumbi.