Ronaldo repudia cantos homofóbicos no Cruzeiro: "Não é aceitável"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Novo dono do Cruzeiro, Ronaldo pediu que a torcida não repita os atos que fizeram o clube ser denunciado pelo STJD.
Novo dono do Cruzeiro, Ronaldo pediu que a torcida não repita os atos que fizeram o clube ser denunciado pelo STJD. Foto: (Fernando Moreno/AGIF)

Após a Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) denunciar Cruzeiro e Grêmio por "cânticos discriminatórios" das torcidas de ambos os clubes na partida realizada na Arena Independência no dia 8 de maio, válida pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o mandatário Ronaldo comentou sobre o tema e repudiou os atos, pedindo que não acontecessem mais em partidas do clube.

Em uma transmissão ao vivo, realizada em seu perfil da Twitch, o novo dono da Raposa pediu que sua mensagem fosse replicada entre os torcedores do clube de Belo Horizonte: "A gente pode perder um projeto inteiro por um ato isolado de um torcedor ou outro que xinga. Não é aceitável mais isso nos dias de hoje. Eu peço, por favor, que espalhem essa voz, dentro da nossa torcida, que não é mais aceitável esse tipo de comportamento".

Leia também:

A pena, pelo ato ter sido praticado por mais de uma pessoa, pode ser a perda de três pontos, conforme dispõe o parágrafo 1º do artigo 243-G, que trata de práticas de atos discriminatórios: "Caso a infração prevista neste artigo seja praticada simultaneamente por considerável número de pessoas vinculadas a uma mesma entidade de prática desportiva, esta também será punida com a perda do número de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente".

Na partida, uma parte significativa da torcida da Raposa entoou o canto: "Arerê, gaúcho dá o c* e fala tchê", o que foi possível ser ouvido na transmissão. Caso algum torcedor do Cruzeiro seja identificado, pode receber suspensão de até dois anos, além da multa que o clube pode receber de R$ 100 a R$ 100 mil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos