Romário, Marcos Braz, Kalil, Bebeto, Bandeira... saiba quem se elegeu

Marcos Braz não conseguiu vaga como deputado federal (Thiago Ribeiro/AGIF)
Marcos Braz não conseguiu vaga como deputado federal (Thiago Ribeiro/AGIF)

A bancada da bola, formada por candidatos ligados ao futebol, fracassou nas eleições deste domingo. Dos dez nomes mais populares, somente três acabaram eleitos: Romário (senador pelo Rio), Eduardo Bandeira de Mello e Danrlei, ambos como deputados federais.

A relação de fracassos foi bem maior, com nomes como Marcos Braz, Bebeto, Alexandre Kalil, Joel Santana, Dinei, Douglas e Gilson Kleina.

Leia também:

A maior surpresa teve a ver com rubro-negros: presidente do Flamengo de 2013 a 2018, Eduardo Bandeira de Mello teve 72.725 votos e se elegeu como o deputado federal mais votado entre todos do seu partido, o PSB.

Já Marcos Braz, vice de futebol responsável pela montagem do supertime do Fla, teve apenas 38.623 votos e naufragou na tentativa de virar deputado federal. Sua votação foi menor do que a para vereador, quando teve pouco mais de 40 mil votos. Assim, Braz vai seguir como vereador.

Bebeto vinha de três mandatos como vereador, mas não emplacou como deputado federal no Rio. Foi o mesmo desfecho para Joel Santana no Rio, Dinei em São Paulo, Gilson Kleina no Paraná e Douglas no Rio Grande do Sul.

Importante destacar que Dinei perdeu sua sexta tentativa na vida política. O ex-corintiano já havia sido rejeitado pelas urnas para vereador, deputado estadual e deputado federal.