Rodrigo Caetano, diretor executivo do Atlético-MG, revela: 'Turco Mohamed pagou a conta'

Rodrigo Caetano acredita que Turco Mohamed poderia ter tido mais tolerância no Galo - (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)


Nos sete meses em que dirigiu o Atlético-MG, o argentino Turco Mohamed viveu sempre à sombra de Cuca, seu predecessor e o técnico mais vitorioso do clube. Apesar de ter conquistado dois títulos e estar entre os três primeiros na disputa do Campeonato Brasileiro, a eliminação da Copa do Brasil para o Flamengo tornou sua situação insustentável com a torcida alvinegra.

O diretor executivo do Atlético-MG, Rodrigo Caetano, destacou em entrevista ao podcast "Charla" que a saída de Cuca no final do ano passado, depois de uma temporada mágica no comando do clube, colocou uma pressão enorme sobre Turco Mohamed.

- Acho que o Turco pagou muito a conta porque ele substituiu o Cuca. Porque, em termos de resultado, ele disputou praticamente três competições e ganhou duas. (...) Fomos primeiro lugar no nosso grupo na Libertadores - recordou.

O dirigente admitiu que faltou paciência com o trabalho do treinador argentino.

- Por conta dessa intolerância e aquela questão de sempre imaginar que nós já tínhamos atingido o auge, não poderíamos oscilar, que é um equívoco bárbaro... não se teve a devida tolerância com ele - completou.

Em sua passagem pela Cidade do Galo, Turco Mohamed conquistou o Campeonato Mineiro e a Supercopa do Brasil, nos pênaltis, contra o Flamengo. Em sua trajetória, o treinador argentino comandou o Atlético-MG em 45 jogos, com 27 vitórias, 13 empates e apenas 5 derrotas, um aproveitamento de 69,6%.

Apesar do clamor pelo nome de Cuca, o treinador foi eliminado nas quartas de final da Copa Libertadores da América pelo Palmeiras e o rendimento do time despencou no Campeonato Brasileiro, caindo de terceiro para sétimo.

Com 52 pontos no Campeonato Brasileiro, o Galo fará duas partidas em casa nas próximas rodadas. Na segunda-feira (7/11), o Atlético-MG enfrenta o Botafogo. Três dias depois (10/11), os mineiros vão pegar o Cuiabá. O time alvinegro encerra a participação nesta edição do Brasileirão contra o Corinthians, em São Paulo, no dia 13 de novembro.