Rodolfo 'Trator' descarta vingança e foca em contrato com o UFC em revanche no DWCS

Trator entra em ação pelo DWCS nesta terça (Foto: Divulgação/LFA Brasil)


A última luta do Dana White's Contender Series desta semana, que acontece nesta terça-feira, coloca frente a frente dois meio-pesados brasileiros que se conhecem muito bem: Rodolfo "Trator" Bellato e Vitor Petrino Salvo.

Eles se enfrentaram em 2019, com Petrino levando a melhor com um nocaute no primeiro round. Esta foi a única derrota de "Trator" na carreira, que a partir disso emendou três vitórias seguidas no primeiro round, sendo as duas últimas pelo LFA.

"Estou muito bem treinado fisicamente e psicologicamente. Não coloco o peso de uma revanche, porque a única batalha que tenho é comigo mesmo. Então, para mim, é mais uma das muitas lutas importantes na minha carreira", garante "Trator".

Vale esperar um grande combate. Tanto "Trator" quanto Petrino costumam definir rapidamente suas pelejas. "Trator", inclusive, conquistou todas as oito vitórias por via rápida, sete no primeiro round, com quatro nocautes e quatro finalizações.

"Ele é um striker, com toda certeza vai querer manter essa luta na trocação. Eu sou um lutador completo, tenho nocautes e finalizações, então eu estarei preparado para vencer onde quer que a luta se desenrole", afirma "Trator".

"Para quem ainda não me viu em ação, pode sempre esperar um show da minha parte. Sou um lutador agressivo, que vai sempre para terminar os combates, seja em pé ou no solo, sempre vou para definir", destaca o paulista.

Além de Rodolfo "Trator" e Vitor Petrino, o DWCS desta terça terá outros três brasileiros em ação: os irmãos Ismael "Marreta" e Gabriel "Marretinha", que é o atual campeão meio-médio do LFA; e Nayara Arnault Maia Correia.