Rodada do Brasileirão é marcada por protesto de jogadores contra mudança na Lei Pelé

Protesto durante a partida entre Cuiabá e Botafogo (Reprodução/Premiere)


A rodada do Campeonato Brasileiro foi marcada por protestos contra o Projeto de Lei 1153/2019. A PL, aprovada na Câmara dos Deputados, faz mudanças na Lei Pelé, o que não foi bem aceito pelos jogadores, que colocaram as mãos na boca após apito inicial em jogos pelo Brasileirão neste domingo.

+ Galvão Bueno relembra bastidores após 7 a 1 e revela atrito com membro daquela Seleção Brasileira

No duelo das 16h, após o árbitro autorizar o início de jogo, atletas de Flamengo e Corinthians ficaram por alguns segundos parados com a mão na boca em forma de protesto. O mesmo ocorreu nas partidas das 18h entre Atlético MG x São Paulo, Fortaleza x Palmeiras e Santos x Atlético Goianiense.

+ Sérgio Mauricio manda internautas 'para o inferno' e áudio viraliza; ouça

No duelo, das 19h, entre Cuiabá e Botafogo, o protesto também ocorreu. Os jogadores alegam que a mudança na Lei Pelé vai ferir alguns direitos trabalhistas dos atletas, enquanto os alguns clubes apoiaram o Projeto de Lei através das redes sociais.

A principal crítica dos jogadores é a redução e parcelamento do valor da cláusula compensatória desportiva, valor que os jogadores recebem na rescisão contratual. O valor mínimo é equivalente aos salários até o fim do vínculo. A mudança na Lei pode reduzir esse valor para 50%.

+ Árbitro da elite brasileira assume ser homossexual: 'Passei a vida sacrificando o que sou'

Durante a semana, o Ceará publicou uma nota a favor da PL 1153/2019 e minutos depois os jogadores da própria equipe criticaram a postura do clube com a hashtag #naoapoiamos. A mudança foi aprovada com folga no Plenário na última semana, com 398 votos a 13.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos