Rivaldo revela ter sofrido golpe milionário de ex-secretária

Rivaldo pendurou as chuteiras em 2015 (Foto: ARIS MESSINIS / AFP)


Rivaldo alega que uma ex-funcionária, que havia sido escolhida para representá-lo no Brasil, realizou diversas de transações bancárias sem o seu consentimento ou autorização. A informação é do jornalista Diego Garcia, do UOL.

+ Janela europeia fechada! Veja os 20 clubes que mais gastaram no período

Rivaldo é sócio e administrador das empresas R10, Beta 50, e da C.S.R. Eventos, Turismo e Promoções Esportivas LTDA. Ele relata que começou a desconfiar de um golpe ao notar que a ex-secretária descontou um cheque de R$ 32 mil no nome dele para pagar contas pessoais. Na transação, a mulher teria embolsado R$ 9,9 mil. O ex-jogador foi notificado do incidente por um funcionário do Banco do Brasil.

Ex-camisa 10 da Seleção Brasileira, Rivaldo recebeu suporte funcionários da instituição financeira e depois investigar fitas de gravações de meses anteriores, ele afirma ter encontrado várias movimentações semelhantes, como desconto de cheques, desvio de parte do dinheiro para contas pessoais.

+ Esposa de árbitro do título do Palmeiras sobre o Flamengo na Libertadores bomba no OnlyFans

Após somar todos os gastos, Rivaldo diz ter tido um prejuízo de quase R$ 2,5 milhões entre 2018 e 2021, afetando tanto sua pessoa física quanto suas empresas. De acordo com o ele, a ex-funcionária e o marido, atualmente, possuem um considerável patrimônio, com casa de luxo, apartamento e veículos.

Ainda segundo a reportagem, Rivaldo pagava um salário de R$ 3 mil à ex-secretária e usa o dado para contestar a compra de um imóvel de R$ 550 mil por ela.