Richarlison lamenta racismo em jogo da Seleção Brasileira e pede punição

Richarlison marcou o segundo gol da Seleção Brasileira em amistoso (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)


A vitória da Seleção Brasileira sobre a Tunísia no último jogo antes da Copa do Mundo ficou manchada por mais um episódio de racismo no futebol. Depois do gol de Richarlison, o segundo do Brasil, uma pessoa na arquibancada atirou uma banana no campo de jogo. Após a partida, o atacante lamentou o ocorrido e "agradeceu" por não ter visto na hora.

- A gente fica triste por esse momento. Espero que possam reconhecer esse cara, essa pessoa que jogou a banana. E que possam ser punido e a punição sirva de exemplo para que não possa acontecer mais, ainda mais dentro de um estádio. Ali eu não vi e dei graças a Deus, de cabeça quente não sei o que poderia acontecer. Que possa ser punido - disse o jogador na zona mista do estádio.

Veja a tabela da Copa do Mundo do Qatar

Além do jogador a CBF também repudiou o ato, assim como a comissão técnica. Os seguranças do Parque dos Príncipes tentaram identificar quem jogou a banana, mas não conseguiram.

Depois do último jogo, a Seleção Brasileira terá a convocação final no dia 7 de novembro, enquanto a lista de 55 atletas será enviada à Fifa em 21 de outubro. Os jogadores se reúnem em Turim no dia 14 de novembro, enquanto o Brasil estreia na Copa contra a Sérvia dia 24.