Renzo Gracie imobiliza homem que o xingou no metrô de NY

Lutador de jiu-jitsu e membro da família mais tradicional da história do esporte, o brasileiro Renzo Gracie esteve envolvido em uma pequena confusão no metrô de Nova York na última semana. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um confronto entre o brasileiro (de preto) imobilizando outro homem no chão e o controlando com um golpe.

De acordo com a página especializada na arte suave, Choke Lab, Renzo estaria reagindo a uma manifestação de preconceito por parte do homem, supostamente norte-americano, que teria coagido e insultado Renzo por estar falando português e não inglês. O brasileiro, então, o teria chamado de racista e, após uma acalorada discussão entre ambos, as vias de fato. Em seu perfil oficial no Instagram, Renzo apenas repostou uma publicação de seu irmão, Rener, que mandou um recado para o homem: "Se alguém tiver contato com o agressor, avise que não estamos procurando por ele, pois Renzo já lhe deu a lição mais importante que ele vai receber na vida".

Leia também:

Sem ter feito nenhum pronunciamento oficial sobre o que aconteceu, Renzo publicou um comentário na publicação da Choke Lab, onde fala que a situação ocorrida não foi uma briga em si, mas, sim, um "momento educacional".

Após arremessar o homem no chão e imobilizá-lo, Renzo o manteve controlado até que o norte-americano que ele acusa de ter cometido racismo o pedisse desculpas pelo ocorrido. Um dos principais lemas do jiu-jitsu é de que não se deve brigar ou lutar fora dos tatames, a não ser que tal ato seja feito em defesa própria.