Renato Augusto se firma como 'garçom' do Corinthians após lesão

Renato Augusto costuma ser o termômetro do Corinthians na temporada. Se o camisa 8 está em campo e saudável, a tendência é que o Timão consiga ser produtivo no ataque e conquiste pontos. Quando é poupado ou está lesionado, a equipe sofre na criação e tende a sofrer mais nas partidas.

Na vitória por 2 a 0 sobre o Cuiabá, pela 29ª rodada do Brasileirão, o atleta de 34 anos participou ativamente dos dois gols da vitória corintiana, servindo tanto Yuri Alberto quanto Róger Guedes. Assim, ele chegou a oito assistências no ano, ultrapassando Giuliano e se consolidando como 'garçom' do clube alvinegro no ano.

Desde que se recuperou da lesão na panturrilha que o deixou afastado dos gramados entre julho e o início de agosto, Renato já disputou 12 jogos pelo Timão, sendo sete como titular. Nesse período, a equipe conquistou cinco vitórias, três empates e quatro derrotas, e o camisa 8 marcou dois gols e distribuiu seis assistências.

Além de ser o elo responsável por consolidar a parceria entre Róger Guedes e Yuri Alberto, formando um novo ‘trio de ferro’ no Corinthians, o meia vem sendo fundamental na reta final do Brasileirão, onde soma três passes para gol. Não só isso, o camisa 8 lidera equipe em assistências para finalização no campeonato (25), segundo o Footstats.

Nos 20 jogos que disputou pelo Timão neste Campeonato Brasileiro, o atleta de 34 anos tem 661 passes certos, com média de 33 por jogo, além de 30 roubadas de bola e 11 cruzamentos certos.

Como a questão física é sempre um ponto importante envolvendo Renato Augusto e o foco do Corinthians está na final da Copa do Brasil, a tendência é que o camisa 8 seja preservado nesta terça-feira (4), contra o Juventude, e participe de alguma forma (titular ou reserva) no sábado (8), diante do Athletico-PR, último duelo antes do primeiro confronto contra o Flamengo.