Renan foi dispensado por justa causa de Palmeiras e Red Bull

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Renan em ação pelo Palmeiras durante a Libertadores 2021. Foto: Raul Sifuentes/Getty Images)
Renan em ação pelo Palmeiras durante a Libertadores 2021. Foto: Raul Sifuentes/Getty Images)

O zagueiro Renan iniciou a semana desempregado. O Blog apurou que Palmeiras e Red Bull Bragantino decidiram dispensá-lo por justa causa na última sexta-feira, de forma conjunta, depois que o atleta matou o motociclista Eliezer Pena - Renan voltava de uma balada por volta das 6h da manhã do último dia 22 quando invadiu a faixa contrária, acertando em cheio Eliezer.

Antes da demissão por justa causa, o Palmeiras tentou um acordo com os representantes do zagueiro. A ideia era romper o vínculo de forma antecipada com uma pequena compensação financeira. Mas, diante da pedida do advogado do atleta, que queria R$ 2 milhões, a opção foi pela rescisão.

Leia também:

A tendência é de que Renan recorra à Justiça cobrando indenização do Palmeiras e do Red Bull. Ele vai pleitear que receba seus vencimentos até o fim dos contratos - de empréstimo com o time de Bragança até dezembro e em definitivo com o Palmeiras até 2025.

O zagueiro recebia R$ 90 mil mensais. Apesar de ter matado Eliezer, ele está solto e responde ao crime em liberdade. Ainda assim, não pode deixar sua residência, por decisão judicial. Desta maneira, fica impossibilitado de jogar em outros clubes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos