Renê Simões diz que Luís Castro teria sido demitido se Botafogo tivesse direção e treinador brasileiros

Renê Simões analisou o trabalho de Luís Castro (Foto: Alexandre Loureiro/Lancepress!)


Renê Simões analisou o trabalho de Luís Castro e afirmou que o treinador já teria sido demitido "há muito tempo" se Botafogo tivesse direção e treinador brasileiros. Renê também disse que a rigidez dos portugueses acaba dificultando o processo de adaptação nos clubes.

+ Relembre o desempenho do Botafogo em cada edição do Brasileirão por pontos corridos

- Não conheço muito o treinador do Botafogo. Me parece que não tinha dirigido nenhuma equipe. Acho que sempre foi coordenador ou diretor, que são posições completamente diferentes. Além disso, trouxeram muitos jogadores ao mesmo tempo. Isso tudo é muito difícil. Ainda tem a cultura brasileira do cara ter que se adaptar a isso. Você tem que se adaptar a cultura do país - declarou Renê Simões no programa "Samba que é Gol".

+ Com Gatito fora, Lucas Perri ganha chance de 'mostrar serviço' no Botafogo

- Vejo os treinadores portugueses muito rígidos em algumas coisas que não abrem mão. O fato deles não balançarem a cintura faz com que essa adaptação seja um pouco mais difícil. Se fosse um treinador brasileiro e uma direção brasileira, o treinador já não estaria aqui há muito tempo - completou.

Luís Castro chegou ao Glorioso em março deste ano e vem sendo muito cobrado por melhores resultados e desempenhos. O Botafogo volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Goiás, às 21h45, na Serrinha, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.