Relembre a trajetória do Luva de Pedreiro e as polêmicas do influenciador

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Dono de uma carreira meteórica e imerso em uma grande polêmica, Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, 20, anunciou nesta terça-feira (13) o fim dos vídeos que costuma postar nas redes sociais e que sempre atingem milhões de curtidas e visualizações. Ele tem mais de 18 milhões de seguidores.

O jovem natural de Quijingue, cidade a 322 quilômetros de Salvador, começou a viralizar na internet em meados de março de 2021 quando publicou seu primeiro vídeo. Depois de estourar, os vídeos seguintes começaram a seguir a mesma essência do primeiro: um campinho de terra batida, uma bola e um chute no ângulo que não dá chances ao goleiro. "Receba, obrigado, meu Deus", bradava ele após o feito.

As luvas que sempre vestiu, segundo o próprio, servem para dar sorte e transformá-lo em "melhor do mundo", como costumava dizer. Com o passar do tempo, o conteúdo publicado por Iran começava a chegar aos jogadores profissionais como Neymar, que ele pode conhecer em Paris, e celebridades como o apresentador Luciano Huck, que o levou à Globo pela primeira vez.

A trajetória de Luva também ficou marcada pela polêmica com Allan Jesus, seu antigo empresário. A briga, com muito dinheiro envolvido, foi parar na Justiça e tomou os holofotes da mídia em todo o país. Depois que a poeira baixou e de uma primeira tentativa de desistência do influenciador de continuar a carreira, o ex-jogador de futebol de salão Falcão tomou à frente do agenciamento de Luva em junho deste ano.

Mas a parceria, que até então rendia um bom contrato publicitário com a marca esportiva Adidas, festas com celebridades, uma nova casa para morar e viagens para o exterior, durou apenas dois meses. Nesta terça-feira (13), Luva de Pedreiro anunciou que gostaria de viver sua vida e que não gravaria mais conteúdos. Luva também apagou tudo de seu Instagram sem dizer o que o motivou a tomar essa decisão.