Reis, atacante do Gwangju, analisa Coreia do Sul e cita dois nomes para o Brasil ter atenção nesta quinta

Reis tem, até o momento, 46 jogos pelo Gwangju com dez gols e seis assistências (Divulgação/Gwangju)


A Seleção Brasileira terá pela frente dois amistosos, neste mês, de preparação para a Copa do Mundo. O primeiro deles será realizado nesta quinta-feira, às 8h (de Brasília), contra a Coréia do Sul. Com o futebol globalizado, diversos brasileiros estão no país asiático, entre eles, Reis, atacante do Gwangju, que analisou o que o Brasil irá enfrentar no duelo.

- O clima está muito bom com esse amistoso contra a seleção brasileira. Eles estão eufóricos por esse jogo, adoram a seleção brasileira pois sempre temos atletas jogando nas melhores ligas do mundo. Sobre o local, conheço bem. Já joguei lá, é um estádio de Copa do Mundo, e os brasileiros estarão bem acomodados e terão um estádio à altura dos atletas que irão jogar essa partida - afirmou.

+ Tite revela provável substituto de Neymar para amistoso da Seleção Brasileira contra Coreia do Sul

Além da Coreia do Sul, o Brasil terá pela frente um confronto com o Japão, na segunda, às 7h20 (de Brasília). Para o jogo de amanhã, Reis ainda chamou atenção para dois nomes que Tite deverá encontrar maior dificuldade.

- Tenho um amigo que está na seleção, eu o conheço bem. Ele é um dos melhores jogadores jovens do país da Coreia, se chama Won Sang. O Brasil também deve tomar cuidado com o melhor jogador da Coreia: Son Heung Min - ponderou o atacante, que já disputou 46 jogos pelo Gwangju com dez gols e seis assistências.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos