Red Bull rejeitou a contratação de Lewis Hamilton

Lewis Hamilton chegou a
Lewis Hamilton chegou a "flertar" com a Red Bull Racing antes de seu acerto com a Mercedes. Foto: Marco Canoniero/LightRocket via Getty Images

Sebastian Vettel dominou a Fórmula 1 em seu Red Bull e ganhou quatro Campeonatos do Mundo de 2010 a 2013, mostrando uma superioridade muito grande sobre o restante dos pilotos do grid. Ele, aliado ao melhor carro temporada após temporada, conseguiu empilhar troféus de primeiro colocado.

O ótimo desempenho do alemão deve ter chamado a atenção de Lewis Hamilton naquela época. O britânico estava na McLaren e era o ano de 2010 quando ele começou a pensar em uma possível mudança de equipe e a escuderia vencedora na época, assim como parece ser agora, era a Red Bull.

Leia também:

Agora é Christian Horner quem revela ao 'Daily Mail', segundo o 'motorsport-total', as conversas que teve com o heptacampeão do mundo para uma possível ida ao time britânico.

"Lewis e eu tivemos algumas conversas ao longo dos anos. De 2010 a 2013 ele estava muito interessado em pilotar para a Red Bull. Mas na época tínhamos Sebastian [Vettel] e ele não faria isso", esclarecendo que não fazia sentido, em sua opinião, ter dois pilotos desse calibre na mesma equipe.

Apesar dessa recusa, a verdade é a Red Bull sempre teve Hamilton em seus radares, vendo como um de seus principais concorrentes por suas habilidades na pista.

"Niki Lauda estava na Mercedes e ele realmente amava Lewis e lembro de encorajá-lo a levá-lo. Estávamos lutando contra a McLaren e em 2012 eles tinham o carro mais rápido e sentimos que Lewis em uma McLaren seria mais uma ameaça do que em uma Mercedes", reconheceu o chefão que não deixou a estratégia de lado nem na hora da negociação.