Recordista olímpico do Brasil apoia projeto que promove inclusão nas empresas

Daniel Dias tenta fazer a diferença no Programa Mazzini (Foto: Ale Cabral/CPB)


Recordista e campeão paralímpico na natação, Daniel Dias já está aposentado. No entanto, ele segue fazendo a diferença na vida de muitos, por conta de sua representatividade. O nadador fechou com o Projeto Gestão Inclusiva, no intuito de aumentar a conscientização da inclusão nas empresas.

Atuando como embaixador, Daniel tentará levar o nome do projeto para a cena nacional e internacional. De acordo com o campeão paralímpico, o objetivo é claro e deve ser seguido, com objetivo de aumentar a inclusão.

+ Dia de Corrida sem DR

- Minha vida toda foi pensada e preparada para a inclusão. Quanto mais claro seu objetivo, maior seu foco e sua determinação, e para nós está muito claro o nosso objetivo, queremos trabalhar a inclusão - disse.

O Projeto Gestão Inclusiva nasceu do Grupo Mazzini em parceria com HCA Saúde e apoio do Sheraton WTC São Paulo. A ação tem como objetivo desenvolver um diálogo com o mercado no modelo ideal de inclusão nas empresas. E ninguém melhor para divulgar que Daniel Dias.

+ Mauro Cezar em choque com jornalista italiano: veja tretas entre nomes da imprensa

O nadador brasileiro é o maior medalhista da história do esporte nacional e disputou quatro paralimpíadas: Pequim, Londres, Rio de Janeiro e Tóquio). Ao todo, foram 27 pódios: 14 medalhas de ouro, sete de prata e seis de bronze.