Rafinha parabeniza time do São Paulo e defende Igor Gomes: 'Prefiro que as vaias venham para mim'

O lateral-direito Rafinha durante jogo do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)


O São Paulo entrou em campo com um time reserva para disputar o clássico com o Corinthians, que terminou empatado por 1 a 1 no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. Apesar do resultado que ainda deixa o Tricolor em situação delicada na tabela de classificação, com 31 pontos, e apenas cinco do primeiro time da zona de rebaixamento, o lateral-direito Rafinha parabenizou o desempenho da equipe.

GALERIA
> ATUAÇÕES: Éder desencanta e Felipe Alves salva empate do São Paulo

TABELA
> Veja a tabela do Campeonato Brasileiro

- Tem que parabenizar nossa equipe. Fizemos um grande jogo, tivemos chances de fazer gol, assim como o Corinthians também teve. Clássico é assim. Esse é um time que não joga sempre junto e esse ponto é importantíssimo para nós - falou o lateral-direito Rafinha, após o clássico.

- O Corinthians tem uma equipe muito qualificada e nossa equipe está de parabéns, tivemos chances claríssimas para vencer o jogo, e agradecer a nossa torcida que mais uma vez veio nos apoiar - afirmou.

Sobre Igor Gomes ser vaiado durante o confronto, Rafinha, capitão do time de Rogério Ceni, pediu aos torcedores que parassem.

- O menino sempre dá seu máximo para ajudar o São Paulo, se entregando em todos os jogos... A gente fica triste porque às vezes o torcedor fica chateado com alguma ação que errou no jogo, mas faz parte. Eu fico triste, eu prefiro que as vaias venham para mim, que falem comigo que sou mais experiente, e quando é com um menino muitas vezes acaba atrapalhando - desabafou Rafinha.

- Mas o torcedor do São Paulo sempre apoia, acho que hoje estava um pouco mais nervoso, mas o menino está de parabéns. Já ajudou muito a gente e vai continuar ajudando - finalizou o jogador.