Rafinha Alcântara no Bahia? Presidente responde

Rafinha está fora dos planos do PSG (Lluis Gene/Getty Images) (AFP via Getty Images)

Nos últimos dias, um boato tomou conta das redes sociais de torcedores do Bahia: o Grupo City bancaria a chegada de um reforço de peso: Rafinha Alcântara. O Blog entrou em contato com o presidente do Tricolor, Guilherme Bellintani, para saber se o negócio é viável.

Antes, é importante contar que, apesar de ter mais um ano de contrato com o PSG, o meio-campista está fora dos planos do clube francês e pode ter sua saída facilitada.

Porém, seu salário surge como grande problema. Isso porque a folha do Bahia gira em torno de R$ 4 milhões e Rafinha fatura próximo a R$ 2,5 milhões por mês no PSG.

Questionado sobre o assunto, Guilherme Bellintani foi taxativo: "Fake total. Pura invenção", declarou.

Embora a negativa desanime a torcida, ainda há esperança para alguns já que dias atrás, o presidente negou a contratação de Marcinho e o lateral acabou sendo contratado pelo clube.

O problema é que a SAF do Bahia com o Grupo City não sai antes de 30 dias e o período da janela de transferências no Brasil se encerra em 15 de agosto.