Rafael Moura cobra John Textor por dívida: "Vamos resolver?"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Rafael Moura atuou no ano passado pelo clube carioca e cobra três meses de atraso.
Rafael Moura atuou no ano passado pelo clube carioca e cobra três meses de atraso. Foto: (Fernando Torres/AGIF)

As movimentações do Botafogo no mercado de transferências incomodaram o atacante Rafael Moura, que atuou pelo clube da estrela solitária na última temporada, sendo campeão da Série B do Campeonato Brasileiro e devolvendo o Botafogo à elite do futebol nacional.

Através do modo stories em seu perfil oficial no Instagram, Rafael Moura citou diretamente o empresário norte-americano John Textor e as "cifras milionárias" ditas pelo acionista de 90% da SAF (Sociedade Anônima do Futebol) do Botafogo: "John Textor e demais diretores que falam em cifras milionárias a cada entrevista, vamos resolver a situação do passado antes de novas contratações para o segundo semestre? Hoje meu post é de extremo desconforto, mas que precisa ser feito. O Botafogo ficou devendo o FGTS de todo ano e os três últimos direitos de imagem dos atletas que não permaneceram para 2022. Após sete meses de conversas amigáveis com Durcesio Mello e Jorge Braga, nada foi resolvido".

Leia também:

De acordo com a publicação do atacante com passagem por diversos times de ponta do Brasil, o Botafogo não realizou os pagamentos referentes ao FGTS durante todo o ano e os três meses de atraso que ele cobra são de direitos de imagem.

Participante de 31 partidas pelo Botafogo na última temporada, sendo apenas uma como titular da camisa alvinegra, Rafael Moura marcou apenas um gol na passagem pelo clube de General Severiano, sendo o segundo, da vitória por 2 a 0 contra a Ponte Preta, na partida válida pela décima sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos