Róger Guedes é elogiado por Vítor Pereira, que indica atacante como titular em decisão pelo Corinthians

Róger Guedes chegou a marcar um gol contra o Avaí, mas ele foi bem anulado (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)


No fim do primeiro tempo do duelo contra o Avaí, neste sábado (6), o técnico Vítor Pereira mostrou irritação com a movimentação ofensiva do Corinthians. No intervalo, o treinador promoveu a entrada de Yuri Alberto no lugar de Fábio Santos.

+ ATUAÇÕES: Balbuena comete pênalti, mas marca e salva Corinthians de derrota

Como o Timão precisa tirar dois gols de desvantagem do Flamengo, pelo jogo de volta das quartas de final da Libertadores, na próxima terça-feira (9), a ideia do treinador corintiano era não ter Róger e Yuri jogando juntos, mas cada um durante um período do jogo para não chegarem desgastado na partida válida pela competição continental.

- Temos que gerir o Yuri (Alberto), que chegou e teve que jogar. Entrar com o Róger e Yuri ficaríamos condicionados para entrar no jogo seguinte. Entramos com os dois, não tínhamos extremos, queríamos gerir o Róger. Vamos gerir o Róger e o Yuri e pensar no jogo contra o Flamengo e jogar com dois e dois abertos nos corredores e mantermos os dois homens do meio - disse VP na entrevista coletiva após o empate em 1 a 1, em Florianópolis-SC.

Logo no primeiro lance da etapa final, Róger fez uma boa jogada individual e achou bem Yuri Alberto que, de frente para o gol, finalizou para fora, mas com perigo.

Aos 10 minutos do segundo tempo, Yuri deixou dois marcadores para trás e serviu Róger, que saiu na cara do gol, driblou o goleiro adversário e marcou, mas o tento foi anulado.

A atuação, principalmente de Guedes, no qual Vítor tem frequentes problemas de encaixe no time, agradou o treinador corintiano. Ainda assim, Vítor alertou que o rendimento da dupla passou pela circunstância de um Corinthians que precisava propor o jogo e não foi exigido defensivamente.

- Eu hoje gostei muito do Róger do lado esquerdo, de todas as vezes que vi jogar do lado esquerdo foi o que eu mais gostei. Mas a segunda parte foi um jogo muito pra frente, ofensivo, de forçar o ataque, então defensivamente não fomos colocados muito a prova. Não teve a necessidade do Róger defender como extremo, por dentro. Mas em termos ofensivos fez uma segunda parte muito boa. Chutou uma, chutou outra, buscou o gol - destacou o técnico português.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

Além do duelo contra o Flamengo, o Timão vive dias decisivos. No próximo sábado (14) terá clássico contra o Palmeiras, pelo Brasileirão, que pode ser considerado uma final antecipada, já que o Verdão lidera a competição nacional, com o Time do Povo na segunda colocação.

Já no próximo dia 17 de agosto, o Corinthians precisará novamente reverter um revés em uma competição eliminatória. Derrotado pelo Atlético-GO por 2 a 0, em Goiânia, no primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil, o clube alvinegro precisará vencer por, pelo menos, três gols de diferença na Neo Química Arena para avançar à semifinal do torneio nacional.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos