Questão familiar pesa, e Zahavi diz 'não' para a proposta do Botafogo

Zahavi não vai atuar pelo Botafogo (Foto: Divulgação/PSV)


Fim da novela: Eran Zahavi não será jogador do Botafogo. O atacante israelense negou a proposta do Alvinegro e comunicou à diretoria do clube que não virá ao Brasil por questões de segurança e, diante da decisão da família, deverá jogar em Israel.

+ James Rodríguez espera oferta da Europa e dificulta sonho do Bota

O jogador de 34 anos chegou a se comprometer positivamente com o Alvinegro no começo da semana, mas recuou justamente por conta da família. A esposa, Shay, não quis vir morar no Brasil alegando questões de segurança do Rio de Janeiro. Como Zahavi não viria sem os parentes, ele deu para trás.

Foram quatro longos meses de negociações. O Botafogo iniciou as conversas com o israelense ainda em fevereiro, na primeira janela de transferências, e tudo foi se desenrolando até agora.

Zahavi estava curtindo férias com amigos próximos e familiares até o começo dessa semana e havia prometido que daria uma resposta no fim de semana. Ela veio e não foi agradável ao Botafogo, que insistiu no jogador mesmo diante das dificuldades e foi fundo nas pedidas e questões financeiras envolvendo o atacante.

A tendência é que o atleta retorne ao Maccabi Tel Aviv, de Israel. O Alvinegro, neste sentido, fica de mãos atadas. O clube, agora, retoma as buscas por outro nome de impacto - James Rodríguez também recusou a investida do Glorioso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos