Queda, título e acesso: relembre as passagens de Jorginho pelo Vasco

Jorginho é o novo técnico do Vasco (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)


Um velho conhecido da torcida chega ao comando técnico do Vasco. Acertado com o Cruz-Maltino, Jorginho vai para sua terceira passagem pelo clube. A primeira foi entre 2015 e 2016, com quase salvação de rebaixamento e acesso na temporada seguinte. A segunda vez foi num curto período em 2018. Agora, terá o desafio de retornar o clube da Colina à Série A.

Em 2015, Jorginho assumiu o Vasco no meio da temporada após passagem pelo futebol do Emirados Árabes. Foram 19 jogos pelo Campeonato Brasileiro, com sete vitórias, sete empates e cinco derrotas. Ele chegou com a missão de salvar o time do rebaixamento, mas ficou no quase. O clube terminou na 18ª colocação após empate com o Coritiba na última rodada do Brasileirão. Além disso, chegou a disputar a Copa do Brasil, mas foi eliminado pelo São Paulo nas quartas de final da competição. Mesmo assim, o treinador permaneceu no cargo para o ano seguinte.

Também neste mesmo ano, só que fora de campo, Jorginho teve uma polêmica. A coluna “Gente Boa”, do jornal "O Globo”, informou, na época, que o treinador vascaíno mandou retirar a imagem de Nossa Senhora Aparecida da sala de imprensa do clube, justamente por ser evangélico. No entanto, o comandante negou a história e afirmou, através de sua assessoria de imprensa, que “respeita as tradições do clube e a crença religiosa de cada um”.

Em 2016, o Vasco iniciou o ano com o título do Campeonato Carioca – inclusive, o último do clube, e conquistado de forma invicta – e também conseguiu o tão sonhado acesso à Série A. Jorginho comandou o Cruz-Maltino em 62 partidas da temporada, com 35 vitórias, 15 empates e 12 derrotas. Pela Copa do Brasil, o time da Colina chegou até as oitavas de final e foi eliminado pelo Santos.

Em 2018, porém a situação foi bem diferente. O treinador comandou o clube em apenas dez jogos, com quatro vitórias, um empate e cinco derrotas - aproveitamento de 43,33%. Em seu comunicado de despedida, Jorginho citou o "momento político conturbado".

Ao todo, Jorginho acumula 95 jogos, tendo um aproveitamento de 49%. O técnico chegou a ter uma sequência de 34 partidas de invencibilidade entre 2015 e 2016. Contudo, sob seu comando, o Vasco sofreu gols em 65% das partidas e fez gols em 87% delas.

Agora, Jorginho chega para concretizar o acesso à elite do futebol nacional. O Vasco ocupa a quarta colocação da Série B, com 45 pontos. Nesta terça-feira, ele deve comandar o seu primeiro treino no CT Moacyr Barbosa e estreia no domingo, quando enfrenta o Grêmio, em Porto Alegre, às 16h (de Brasília).