Problemas na defesa? São Paulo sofreu gols em quase todas as rodadas do Brasileirão

O São Paulo teve que lidar boa parte da partida com três jogadores a menos, por conta de expulsões (Foto: Rubens Chiri/Saopaulofc.net)


Nas primeiras dez rodadas do Campeonato Brasileiro, o São Paulo viveu um momento de altos e baixos. Na defesa, porém, a situação é complicada. O time só não foi vazado no jogo de estreia, quando venceu por 4 a 0 do Athletico-PR. Nas nove partidas seguintes, sofreu pelo menos um gol em todas as disputas.

Galeria
> ATUAÇÕES: Luan surpreende, Calleri marca, e Luciano deixa a desejar em empate do São Paulo; veja notas

Tabela
> Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os próximos jogos

Ao todo, foram 12 gols sofridos e 16 marcados. Nos últimos quatro jogos - todos empates - Rogério Ceni optou por um sistema defensivo formado por uma linha de três zagueiros.

Nestes confrontos, porém, o Tricolor paulista sofreu cinco gols. Um fator que preocupa ao falar destes últimos duelos é que em todos esses gols sofridos o São Paulo liderava o placar. Ou seja, o time cedeu o empate cinco vezes nos últimos quatro jogos - sendo duas vezes na mesma partida diante do Ceará.

Este dado pode indicar uma dificuldade da equipe em segurar a pressão do adversário que aumenta seu volume de jogo quando está perdendo. Contudo, alguns números podem deixar ainda mais claro o desempenho irregular da defesa são-paulina.

Entre todos os times do Brasileirão, o São Paulo, de acordo com o FootStats, é o segundo time com menos defesas, tendo 37 ao todo nas primeiras dez rodadas. Nesta temporada, o goleiro titular é Jandrei, contratado justamente para substituir Volpi, muito criticado em 2021.

Quanto aos jogadores da linha defensiva, o time é o 16º colocado em rebatidas, com 240 ao todo, ou seja, uma média de 24 por jogo. Um ponto que pode ter afetado o setor é a ausência de Arboleda, convocado para a seleção do Equador. O zagueiro se ausentou dos últimos dois jogos - contra o Avaí e o Coritiba.

O jogador é o segundo do elenco de Ceni que mais consegue afastar a bola do adversário. Ainda segundo o FootStats, foram 52 rebatidas nas seis rodadas em que esteve presente.

O treinador deve contar com a volta do camisa 5 no próximo domingo (12), contra o América-MG, às 16h, no estádio do Morumbi. A vitória seria essencial para que o Tricolor conseguisse alcançar pelo menos o G-4 da tabela, uma vez que ocupa atualmente o sexto lugar, com 15 pontos. Enquanto o Palmeiras, atual líder, está com 19 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos