Prisões no futebol batem recorde na Inglaterra e País de Gales

Prisões aumentaram 59% em relação a temporada 2018-19, última antes da pandemia de Covid-19. Foto: Plumb Images/Leicester City FC via Getty Images
Prisões aumentaram 59% em relação a temporada 2018-19, última antes da pandemia de Covid-19. Foto: Plumb Images/Leicester City FC via Getty Images

Um total de 2.198 prisões relacionadas ao futebol foram feitas durante a temporada 2022-23 na Inglaterra e País de Gales. O número é o mais alto para uma única temporada nos últimos oito anos.

A extensão chocante do comportamento criminoso e anti-social em partidas nos dois países do Reino Unido foi definida em dados divulgados pelo Ministério do Interior nesta quinta-feira (22).

Leia também:

Esse número representa um aumento de 59% em 2018-19 (1.381 prisões), que foi a última campanha completa com torcedores em estádios antes da pandemia de Covid-19.

Os dados pintam um quadro deprimente para o jogo doméstico, com incidentes relatados em 1.609 das 3.019 partidas disputadas na Inglaterra e no País de Gales ao longo da última temporada, o equivalente a 53%.

Em 2018-19, foram registrados incidentes em 1.007 partidas, o equivalente a um terço dos jogos disputados.

Houve 441 invasões de campo relatadas na última temporada - um aumento impressionante de 127% na campanha de 2018-19 - e 384 incidentes de crimes de ódio, um aumento de 99%.

Desde 2015, as prisões relacionadas ao futebol estão em uma curva descendente, mas os números agora aumentaram de forma preocupante.

Os torcedores do West Ham foram presos 95 vezes na temporada passada, tornando-os o pior clube infrator. Seguem-se Manchester City (76 detenções), Manchester United (72), Leicester (59) e Everton (58).

Houve também um aumento nas prisões em jogos internacionais em relação aos níveis pré-Covid. 38 foram feitas em partidas da seleção da Inglaterra e do País de Gales em 2021-22, três das quais ocorreram no Campeonato Europeu Feminino.

Este é um aumento de 111% em comparação com as 18 prisões em jogos da seleção nacional em 2018-19, mas abaixo das 92 feitas em 2020-2021 - embora esse número tenha sido predominantemente influenciado pelas 90 que ocorreram na Euro 2020.

Vale lembrar que no início desta semana, o zagueiro do Tottenham e da Inglaterra, Eric Dier, expressou preocupação sobre como o comportamento dos torcedores piorou nos últimos anos.

"Tive alguns familiares e amigos no jogo fora de casa do Chelsea com o Tottenham recentemente e eles tiveram problemas e outras coisas", disse Dier.