Prisão e 'reclusão' em fazenda: a vida de Fred Guarín após deixar o Vasco

Guarín fez desabafo nas redes sociais (Foto: Montagem lance! Instagram/Reprodução)


Ex-jogador do Vasco, Fred Guarín passa por um momento delicado na vida pessoal e resolveu usar o Instagram para desabafar com uma foto chorando e admitindo erros e vícios na vida. Aos 36 anos, o meia está sem jogar desde 2021, quando deixou o Millonarios, da Colômbia.

+ Camisas de Portugal para Copa viram piada na web; relembre outros casos

Atualmente ele vive 'recluso' em uma fazenda no interior da Colômbia e chegou a ser preso com sinais de alcoolismo e sujo de sangue, acusado de agredir o pai e outros familiares. Ele ainda foi acusado de agredir os policiais e os médicos que atenderam a ocorrência.

De lá para cá, a vida pessoal do atleta tomou o protagonismo de sua carreira de destaque na Europa em clubes como Saint-Étienne (FRA), Porto (POR) e Inter de Milão (ITA). Ele ainda jogou a Copa do Mundo de 2014 por seu país e defendeu o Shanghai Shenhua, da China, antes de jogar no Vasco entre 2019 e 2020.

-> AO VIVO E DE GRAÇA: LANCE! vai transmitir ao vivo e de graça jogos da Bundesliga a partir deste sábado. Confira todas as informações sobre o torneio e transmissão aqui.

O volante chegou ao time carioca com status de estrela, na reta final do Campeonato Brasileiro do ano passado. Após longa negociação, estendeu o vínculo até setembro e 2021 e criou forte identificação com a torcida - até chegou a tatuar uma Cruz de Malta.

Presidente do Vasco em 2020, Alexandre Campelo destacou que a rescisão com o clube foi por motivos pessoais do atleta, que não conseguiu manter o foco de sua carreira no Brasil.

- Vamos partir para a rescisão. Posso te dizer que estamos negociando (a rescisão), Guarín não conseguiu resolver problemas pessoais dele - explicou o mandatário.