Presidente do Corinthians admite que Willian pode deixar o clube: 'Existe a possibilidade'

Duílio no CT Joaquim Grava (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)


A eliminação para o Flamengo nas quartas de final da Libertadores pode ter sido o último jogo de Willian com a camisa do Corinthians. Como apurou a reportagem do LANCE!, questões familiares foram fundamentais para que o camisa 10 optasse pelo retorno ao Velho Continente, onde o destino deve ser o Fulham, da Inglaterra.

+ GALERIA - Bruno Méndez é expulso em eliminação do Timão; veja notas

Na zona mista após o revés no Maracanã, o presidente do Timão, Duílio Monteiro Alves, não quis entrar em detalhes sobre a eminente saída do meia-atacante, e revelou que uma conversa está marcada para quinta-feira (10), onde o futuro do atleta deve ser selado.

- Eu não quero falar desse assunto, porque não quero omitir nada. A gente programou uma conversa após o jogo de hoje, da eliminação, então amanhã pela manhã teremos uma conversa. Se realmente alguma coisa mudar, ele tem contrato até o fim do ano que vem, mas vamos deixar isso para resolver amanhã. Acabamos de sair de uma eliminação e eu não quero esconder nada, omitir nada. Existe sim a possibilidade (de saída) - afirmou Duílio após o revés para o Flamengo.

Willian tem contrato com o Timão até 2023, e Duílio evitou dar detalhes sobre os possíveis cenários com o qual o clube alvinegro trabalha para resolver a situação.

- É isso que eu não quero falar (sobre cenários de uma possível liberação do atleta), não quero falar detalhes porque não quero omitir informação. Tudo pode, mas vamos esperar o dia de amanhã, cabeça fria para conversarmos. Acho que amanhã tem o ponto final desta história, mas no futebol não podemos nunca dar dia, data e horário. Vamos aguardar, mas queremos resolver isso o mais rápido possível para seguirmos com o Corinthians - concluiu o presidente sobre o tema.

O destino tem tudo para ser o Fulham, da Inglaterra, que nas últimas semanas fez um contato pelo jogador. Os oito anos que morou em Londres, quando defendia Chelsea e Arsenal, pesa para o favoritismo dos ingleses, já que Willian e sua família não teriam problemas para adaptação ao local.

No entanto, o Fenerbahçe, da Turquia, também sinalizou o interesse no jogador. O clube é treinado pelo português Jorge Jesus, ex-Flamengo. O profissional solicitou à diretoria da equipe turca a contratação do meia-atacante.

+ TABELA - Simule as quartas de final da Libertadores

O mandatário corintiano também fez uma análise da participação do Corinthians na Libertadores, que não chegava às quartas de final há 10 anos. Duílio destacou a mobilização e presença da Fiel no Maracanã e ressaltou a importância de 'virar a chave' para seguir vivo na Copa do Brasil e Brasileirão.

- Queria falar da nossa torcida, o que fizeram aqui hoje, acompanho o Corinthians há 47 anos, 12 de perto, e nunca vi uma coisa parecida. Agradecer ao apoio incondicional que eles tem, e lamentar a eliminação. O Corinthians não chegava às quartas de final da Libertadores há muito tempo, mas não estamos satisfeitos. Queríamos mais. Ainda estamos em duas competições, virar a chave rápido, sábado tem o Palmeiras, e a gente precisa pontuar para chegarmos próximos deles e ficarmos em segundo lugar - concluiu Duílio Monteiro Alves.

No sábado (13), às 19h, o Corinthians recebe o Palmeiras em Dérbi válido pelo Brasileirão. Três dias depois, o Timão tentará reverter a desvantagem de dois gols para o Atlético-GO, nas quartas de final da Copa do Brasil.