Presidente do Barcelona quer que Messi encerre carreira no clube

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente do Barcelona, Joan Laporta, expressou nesta sexta-feira que deseja que o argentino Lionel Messi encerre sua carreira com a camisa do clube catalão.

"A etapa de Messi no Barça não acabou como todos queríamos. Acabou muito condicionada por razões econômicas", afirmou Laporta em Nova York.

"Creio que o Barça tem uma dívida moral com Leo Messi neste sentido. Gostaríamos que o final de sua carreira fosse com a camisa do Barça e sendo aplaudido em todos os campos por onde fosse", acrescentou o dirigente.

Há pouco menos de um ano, em 8 de agosto de 2021, Messi se despediu do Barcelona, clube pelo qual conquistou 34 títulos.

"Gostaria de ter me despedido de outra maneira: nunca imaginei minha despedida porque a verdade é que não pensava nisso", afirmou o argentino na ocasião, poucos dias antes de ser anunciado pelo Paris Saint-Germain.

Laporta explicou então que se viu obrigado a deixar Messi sair pela desastrosa situação financeira do clube e as normas de limite salarial do Campeonato Espanhol.

Durante esta semana, a imprensa argentina noticiou que o técnico do Barcelona, Xavi Hernández, teria pedido à diretoria que estudasse a possibilidade de contar novamente com o argentino, cujo contrato com o PSG vai até junho de 2023.

"É uma aspiração que tenho como presidente do Barça e gostaria que acontecesse porque também fui responsável por este final", explicou Laporta.

"Creio que é um final provisório porque acho que conseguiremos que esta aspiração que temos se torne realidade", acrescentou o dirigente, que por outro lado explicou que "não há nada conversado" com o jogador.

gr/iga/cb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos